vizinha puta

A vizinha exibicionista afim de putaria

As goticulas de água que caem do chuveiro deslizam sobre sua pele morena,percorrem cada uma de suas curvas. Delicadamente ela esfrega a bucha ensaboada por toda extensão de seu corpo,que para alguns,assemelha-se á um parque de diversões. A corrente de ar que entra da janela do banheiro que está sempre aberta não deixa acumular vapor no recinto. Ela se enxagua ,da uma atenção especial para as partes íntimas,da uma olhadinha para ver se está tudo de acordo, desliga o chuveiro,tira o excesso de água do corpo e enrrola a toalha na cabeça. Ao sair fecha o box, sai pela porta que da acesso ao quarto, para em frente ao espelho, que fica em frente a porta balcão que da acesso a sacada do quarto, que é aberta religiosamente todos os dias no mesmo horário. Após ela chegar do trabalho,quando vai direto para o banho.

Peguei a vizinha traindo e a fiz minha puta

ola,eu trabalhava como pedreiro na cidade,um certo dia fui trocado de obra e chegando no local trabalhei toda manha de tarde percebi que um carro encostou perto,fui ver era o vizinho da frente da obra chegou e desceu do carro dele a minha vizinha helena 28 anos casada,1,70 de altura bunda grand seios fartos cabelo liso cumprido. ela nao me viu entrou para dentro da casa,duas horas depois saiu quando o atxi chegou para leva la,quando ela foi entrar eu gritei ola dona helena. ela numa cara de susto soolhou baixou a cabeça e saiu,tres dias depois ela me chama na cerca e fala comigo pediu por favor implorou pra mim nao entregar ela,du quinhentos motivos para se justificar,e disse que faria qualquer coisa para mim se eu nao contasse. eu falei que a noite depois que o marido dla saisse para trabalhar era para ela pular a mureta que dividia os patio cerca de um metro e minha porta dos fundos estaria aberta era para ela entrar,e disse: -voce vai ser minha puta tambem,entendeu minha escrava. ela so disse sim senhor estarei la. depois de uma meia hora que o crno saiu ela entrou em minha casa,com um roupa provocante e disse estou aqui meu senhor olhei para ela e disse me chupa agora ela veio prontammente numa maestria e disse assim: -eu adorose puta quero ser fudida com força ela chupava lambia mordia era uma profissional,mandei que ela ficasse de quatro e disse: -vou fude seu cu vadia vou te arrombar todinha,elaenpinou mais ainda quando encostei a cabecinha no cu dela ela olhou para tras e disse: -vai safado fod sua putinha vai com força comecei a bombar naquele cuzinho gostoso ela gemia seu cu ficou arregassado de tamto mete fiquei uns vinte minutos comendo ela quando sentiu que ia goiza tirei do cu e soquei na boquinha dela e enchi ela de porra.depois mandei ela ir pelada pra casa e voltar na outra noite mas isso e outra historia

Vizinha viúva e muito carente

Tem uma vizinha aqui perto, se chama rosy, tem seus 55anos, mais nem parece que tem essa idade, ela passou por aqui em casa e subiu as escadas e estava na janela e vi o conteúdo que ela tem uma bunda redondinha e lisinha a ainda parou bem na minha frente de propósito e colocou uma perna em cima do outro degrau e eu não resistir e quando ela voltou e eu falei assim vc vai me matar e ela gostou né safado e eu disse entra aqui que lhe mostro como amei e ela vc tá brincando com fogo e pode se queimar e eu não tenho medo do fogo mesmo e ela entrou e foi logo me jogando na cama e tirou a saia com tudo e começou esfregando a buceta grande na minha boca e disse chupa porra, vc não tava olhando e chupei com vontade e fui colocar o dedo no seu cuzinho e ela calma m, vc ainda nem passou a língua no meu cu e já quer enfiar o dedo, 1 tem que chupar e abriu a bunda chupa esse cuzinho gostoso e depois que ela deu a 1 gozada e foi descendo até o

Fudendo a vizinha casada

Estava eu em casa qdo a campainha tocou eu estava de toalha e fui ver e para minha surpresa era a vizinha a Patrícia ela me olhou de cima a baixo e disse Vizinho. Me empresta uma agulha com linha,eu estava de toalha sem cueca e ela ficou olhando para o volume eu mandei entrar ela entrou eu fui por trás dela fechar a porta qdo a toalha caiu ela ficou olhando e disse nossa isso tudo é,eu falei é sim e veio pegou e ficou punhetando e disse eu nunca fiz isso com uma desse jeito eu falei é levantei o vestido e já fui tocando uma nela que já estava toda molhadinha louca de vontade de subir naquele caralho eu empurrei ela no sofá que já caiu de boca aberta chupando meu caralho eu segurando por trás da cabeça dela e socando tudo ela mamando igual uma putinha no cio, depois sentei no chão e chupei a bucetinha dela eu chupava a bucetinha e o cuzinho ela delirando e falando vai vagabundo safado Vizinho pauzudo tarado comendo a vizinha casada né seu safado desse jeito eu vou gozar na sua boca viu eu levantei a cabeça e disse goza putinha na minha boca vai goza vai eu chupava de gosto aquela buceta e enfiava o dedinho no cuzinho que gozou igual uma louca gemendo gritando aí delicia de chupada porra caralhudo gostoso fila da puta gostoso ,depois eu fui coloquei ela de quatro e fui enfiando na bucetinha dela bem devagar bem gostoso entrava saia entrava saia ela já toda molhadinha louca de tesão eu fui puxando o cabelo dando tapas na bunda na cara e metendo mais forte ,toma cadela toma puta safada toma pica toma vai puta safada cachorra vadia gostosa ela já gozando novamente disse arromba vai arromba a buceta porra meta com força essa picona caralho grande grosso gostoso isso filho arromba sua vizinha puta vai eu gritei vou gozar vou gozar ,ela disse goza dentro vai quero leitinho quente dentro vai goza filho goza seu tarado goza enche minha bucetinha vai e assim eu fiz gozei dentro ela rebolando até derramar ,ela se virou e limpou meu caralho com a língua lambendo igual uma cadela ,depois se vestiu e disse vou esperar o corno chegar para fuder ela toda cheia de leitinho,,,logo assim ele vai me valorizar…

A vizinha coxuda

Meu nome é roger na epoca q aconteceu isso q vou contar eu tinha 16 anos. bom começando…Tenho 18 anos agora estou magro mas quando tinha 16 era meio gordinho um penis peqeno 14 cm mas meio q grosso. A frente de nossa ksa mora a karen tem 29 anos uma loira baixinha com um bundao lindo bonitinha de rosto anda sempre de calça suplex preta,vez en quando ela pega a bicicleta e sai com aqela bunda empinada. Num dia eu tinha aula cedo,logo q sai ela ea mae dela mirella(coroa gostosa de 52 anos)tavam na frente de ksa elas tavan se dando tchau para um parente deles q iam embora..A karen estava com um baby dool branquinho q na altura da cintura era tranparente e dava pra ver q ela estava sem calcinha… A aqele cuzao todo de fora me deixou com o meo pau muito duro.Eu nao parava de olhar com a mao no meo pau.ela meio q percebeu por causa q ela ficou me olhando com uma kra q nao tv contente..Fui para o colegio era verao e quando eu estava voltando ela tava indo para a praia com umas amigas dela…ela estava de shots jean totalmente sendo engulido por aqela bunda e de top com uns ricos peitos com os bicos a mostra.Quando ela chegou o resto da familia dela tinha saido nao sei para onde,ela chegou com o msm shorts mas de biquine ela a briu o portao da garaje e deixou aberto vi q ela pegou a mangueira e tirou o shorts me aproximei da porta e vi ela tirando o shorts quando ela tirou ela tava com um fio dental enterrado. Ela pegou a mangueira e começou a se enxaguar molhava suas lindas tetas com a mangueira mas na hora q ela tirou aqele fio dental eu tirei o pau pra fora e começei a bate uma ali msm;A karen passava a mao naqela xota de puta tirando a areia ela deo uma mexida e dava pra ver q ja era bem gasta toda arregaçada pros lados…mas na hora q a porta se abriu mais um pouco ela ma viu e tomou o maio susto. ELA:oq tais fazendo aqi guri.. EU:me desculpa nao resisti nao conta pra ninguem por favor. ela estava muito erritada eu pedia pra ela calma ai ela botou a amo na cabeça e suspirou…Ai ela me chamo e perguntou. ELA:gostou do q viu hj demanha e agora EU:muito. pela a minha supresa ela pegou e passou a mao no meu calçao na regiao do meo pau na hora endureceu tive uma sençasao otima ai ela começou a balançar com o meo pau e o chupou eu estava supreso ela me pegou e me levou para sala e ficou deitada…ela me pegou pelos cabelos e botou a minha kra na buçeta dela lambi todinha mordia aqeles labios gigantes. ai ela pediu: ELA:me come um poukinho… começei a socar era muito gostoso ela começou a gemer e eu ja começei a gozar e ela engulia td voltei a bombar nela e ela tv toda molhadinha….A karen gemia alto começei a socar muito rapido..dpois ela se virou de 4 eu comecei a dar bjuss na qela bunda muito sexy dava palmada lambia me levantei agarrei aqeles peitos e começei a socar naqela bunda q suprendemente era apertado.. Ela:devagar…ai ai ai …devagar por favor… eu socava com força começei a enlouqecer puxava seus cabelos apertavas seu bicos dava palmadas naqelas coxas e ela gritava enlouqecida ELA:devagar faz muito tempo q nao do meo cú para para ja tinha gozado umas tres vezes de tanto tesao…ela estava ficando com o grello do cu ja roxo bombei muito ela de 4. a karen sentia muita dor de encher o olhos de lagrimas deitei ela no sofa e comeicei a beijala por uns 5 minutos eu nao parava nunca ela estava de bruço no sofá deitei em cima dela e dei mais umas socadas na buceta dela… ELA:esta doendo de mais mas axo q vou gozar.. ai ela começou a jogar jatos de goza e passava mao e lambia peguei a cabeça dela e botei no meo pau e ela chupava fiz ela quase se engasgar ai ouvimos o telefone tocar era os pais delas avisando q ja ia chegar ela saiu correndo e botou uma suplex branca repartindo a buceta..fico com a suplex totalmente transparente molhada na regiao da buceta ela estava sem calcinha boto uma blusa sem sutiã com os farois acesos quase tive vontade de dar mais umas socadas sai correndo na hora q passei por ela ainda dei uma apertada naqela bunda repartida …. Agora a gente so se fala vez en quando so ficamos algumas vezes….até a proxima…

Virei uma puta

Eu sou uma mulher de 42 anos, divorciada, loira, baixa, meio gordinha, com uma bunda grande e peitos médios, moro com meu filho de 13 anos e todo final de semana ele vai para a casa do pai.

Comi a minha vizinha novinha comprometida

Olha eu aqui de novo! Me chamo Anderson, hoje tenho 25 anos, sou moreno, magro, 1,70 de altura, 60 kg, não sou nenhum galã, mas tenho uma pegada muito firme e uma conversa boa! é o quarto conto que escrevo (tenho vários, caso gostem) peço desculpas qualquer coisa…

Diploma em putaria

Sou Laura tenho 21 anos, cabelo preto, liso, longo, pele clara e olhos pretos, tenho corpão e rosto de boneca. Sempre fui gata e os caras sempre estavam atrás de mim, mas casei virgem e pura aos 17, minha família é muito conservadora . Aos 19 fiquei viúva e descobri que meu marido me traia desde do namoro e todo mundo sabia. Me senti uma idiota, a boa moça trouxa. Meu pai logo foi dizendo que depois do período do luto ia arrumar outro casamento pra mim. Cai na real então: tinha 19 anos, agora a grana era minha… era a minha hora. Sem ninguém saber me matriculei numa faculdade em São Paulo e antes de ir embora fui atrás de um inimigo do meu marido que vivia me cantando, dizendo que eu merecia um homem de verdade. Na lata disse que agora era a chance dele. Foi minha primeira vez no motel e ele me fodeu tão gostoso…só aí percebi o que estava perdendo. Vim pra São Paulo apesar dos protestos da família, eu queria estudar e dar. Aluguei um apto e me joguei na vida de SP, descobri que era muito fácil conseguir pica qdo vc é jovem e bonita: dei para o vizinho que me ajudou na mudança e para um colega da academia em que me matriculei só na minha primeira semana. Qto mais eu descobria o sexo, mais eu queria. Meu critério era: me deu tesão e tem camisinha, eu topo. Mas foi quando as aulas começaram que a farra foi grande. Fiz amigas, e logo de cara escolhi as mais vadias, e minha bucetinha conheceu muitos paus logo no primeiro ano. Ganhei fama de puta, mas até as garotas me queriam: me diverti chupando umas bucetinhas tbm…mas meu fraco era mesmo pica: grande, grossa…Como puta da facu passei por situações inusitadas como no dia que um veterano sentou do meu lado na sala de estudo, discretamente colocou o pau pra fora e piscou pra mim. Tinha mais 2 mesas ocupadas, do outro lado da sala…Mas Eu não resisti e segurando a caneta com uma mão, bati uma pra ele

O filho da vizinha me fodeu gostoso

Bom sou a Nanda, como já publiquei alguns contos aqui na casa, não irei me delongar nas apresentações. Porém sou uma mulher uma mulher de 38 anos, tenho 1,65 de altura, bum bum médio, peitos similarmente, faço academia para preservar a ótima maneira, e humildade parte chamo a atenção dos homens por no qual passo. Recomendo que leiam meus mais contos e me conheçam melhor, afinal vamos a esse bico rsrsrsr.

Transformei minha comadre numa puta

O que vou contar agora aconteceu numa manhã chuvosa do inverno de 2016, depois de consolar minha linda, e gostosinha comadre! Éramos 2 casais de amigos a bastante tempo, após o nascimento da filha de André e Sofia eles nos convidaram para batizar a menina, minha esposa e eu ficamos muito felizes , eu mais ainda pois como compadres ficariamos ainda mais próximos e poderia ficar mais íntimo da comadre que era meu sonho de consumo a anos. Meu compadre comprou um spilt para colocar no quarto, devido a demora do técnico que iria fazer a instalação perguntou se eu não faria, pois eu já havia instalado em minha casa, respondi que com o maior prazer o faria sem cobrar-lhe nada, ele aceitou mas disse que depois me pagaria, pois esse era meu trabalho,deixamos tudo acertado para segunda-feira, minha comadre deixaria a chave da casa na vizinha antes de sair para o trabalho. Cheguei na casa deles lá pelas 8 horas, fui até o quarto para ver o melhor lugar para a instalação, fiquei louco ao sentir o perfume da minha comadre que acabará de sair muito perfumada como era de costume, naquele instante fui até o closed apreciar e cheirar suas calcinhas, estava determinado a bater uma bela punheta pensando nela antes de começar o serviço,(tinha o costume de cheirar as calcinhas de minhas clientes quando possível), mas aquela calcinha era da minha deusa, dona das minhas fantasias. Quando já estava deitado na cama com a minúscula calcinha de fiozinho em uma mão e o cacete na outra ouvi um barulho na porta, corri guardei a calcinha ajeitei a piroca nas calças e comecei o serviço, para minha surpresa e alegria era minha deusa, e estávamos sozinhos, aquele era o momento esperado a tempo. Ouvi um choro, então fui ao seu encontro para saber o que havia acontecido, perguntei o que houve, ela num tom de voz alterado e choroso me disse que eu sabia de tudo e que eu acobertava as traições o marido dela, que ela era a corna que ficará sabendo por último,disse que não sabia de nada, como não sabia mesmo, falando isso peguei em suas mãos e acalmei ela, falei que isso acontecia e que possivelmente André só estava vivendo uma aventura, e que se conversando tudo ficaria bem. Ela então desabafou:- Aquele cachorro ao invés de ir trabalhar estava indo pro motel com uma mulher, falava que iria procurar na rua o o que eu não lhe dava (meu compadre já havia comentado que Sofia não era muito criativa na cama), achei que falava brincando, mas encontrou mesmo uma vadia que dá o cú pra ele, chupa aquele pau pequeno e mole, filho da puta! agora ele vai ver o que é ser vadia!!!!!!,nunca tinha visto ela tão brava e falando aquelas coisas, que me deixaram de pau duro, abracei ela e senti seu cheiro de mulher bonita, que era, 1,80, magra, peitinhos e bumbum empinadinho e um rostinho lindo, ela ainda chorando deitou-se no sofá e apoiou a cabeça em meu colo, tive trabalho para não cutucar sua nuca com o caralho duro, fiquei fazendo carinho em seu rosto até que ela se acalmou. Começamos a conversar e ela me perguntou se eu traía a Flávia(minha esposa), disse que não pois a amava muito e disse que só a trairia com uma pessoa no mundo inteiro, ela toda curiosa quis saber quem era, eu disse que não iria falar pois eram muito amigas e que ela iria contar, de tanto Sofia insistir olhei bem pra ela e disse que só iria trair minha mulher se fosse com ela, Sofia levantou-se rapidamente e perguntou se eu estava brincando, respondi que não e que sentia muita atração por ela e que meu sonho era te-la pelo menos uma vez na vida. Ela ficou sem jeito, e disse que as vezes percebia como a olhava, mas achava que era coisa da sua cabeça, disse que algumas vezes havia sonhado comigo, e se culpava por estar traindo seu marido em sonhos, principalmente comigo que era seu melhor amigo, dizendo isso não tive dúvida era a hora de atacar, agarrei ela e a beijei com tanto tesão que quase arranquei sua língua, minha mão já tomava conta daquela buceta grande e fofinha da minha comadre, Sofia me empurrou e disse que iria fazer comigo o que nunca tinha feito com o futuro corno de seu marido, ajoelhou-se e pediu pra chupar meu cacete, quando abri a calça e tirei pra fora minha comadre deu um suspiro e disse:-Nossa que grande!!!, não que minha piroca seja tão grande(19×6) assim, mas pelo que ela havia falado no momento de raiva o do meu compadre era menor, bem bem menor. Após isso disse pra ela sentir o gosto do meu caralho, sem demora ela abocanhou a glande chupava como se fosse um sorvete que iria derreter logo, que delícia ensinar minha deusa a chupar, já que nem isso meu compadre teve competência pra fazer, deitei ela no chão da sala e comecei a despi-la, quando tirei sua calcinha com a boca pude sentir o cheiro da sua intimidade´abri as pernas dela e vi aquela buceta rosadinha sem nenhum pelinho e molhadinha de tesão, quando levei minha boca ao encontro de sua buceta ela disse que tinha vergonha pois nunca ninguém havia feito-lhe sexo oral, foi aí então que me deu mais vontade de abocanhar aquela “coisa” cheirosa. -Relaxa querida! você vai saber o que é ter um homem de verdade, que te faça mulher como você merece! Chupei tanto e enfiei a língua o quanto pude naquele buraquinho vermelho, lambi até seu cuzinho, que nessa hora já piscava involuntariamente de tanto tesão, me dediquei inteiramente ao seu grelinho que aquelas alturas já estava inchado e vermelhinho, segurei suas pernas e fiz movimentos circulares com a língua até que ouvi um longo gemido e senti minha boca encher de um líquido transparente, quentinho e com um gosto muito bommmmmm!!!! Nessa hora ela olhou pra mim e disse que nuca tinha gozado tanto em toda sua vida e que como um prêmio iria me dar seu cuzinho virgem, e que seria minha puta pra sempre, dizendo isso se virou, se colocou de quatro e me presenteou com aquele rabão apontando diretamente para minha piroca, com todo carinho lambuzei meu dedo na sua buceta e comecei a abrir aquele cuzinho, depois de colocar os dois dedos vi que já era a hora de botar o cacete, encostei a cabeça na portinha do seu cú e pedi que desse uma piscadinha, cuspi bem no olhinho e comecei a empurrar, ela gemia e pedia pra ir com carinho, e assim fui, senti nitidamente quando a cabeça passou, neste instante ela já rebolava e sentia que seu cú estava me sugando, iniciei o vai e vem sentindo que não iria aguentar muito tempo, depois de 10 ou 15 minutos avisei que iria encher seu rabo de porra, ela deu uma viradinha e pediu:-Goza compadre, enche meu rabo com esse leitinho vai! Não pude rejeitar o pedido da minha deusa, a musa das minhas punhetas, gozei, a porra saia em jatos grossos que me doía a uretra, tirei o cacete todo lambuzado em quanto seu cuzinho piscava e babava minha porra, peguei-la pelos cabelos e mandei chupar até não ficar nenhuma gota de porra na piroca, foi a cena mais linda que já vi, minha comadre toda arrombada de joelhos aos meus pés com a boca melada de porra, minha porra!!!!! Após isso ela simplesmente esqueceu a traição do marido, e como prometido é minha puta até hoje. Ah!Falou para o corno que já havia pago a instalação do ar,rsrsrsrsr!!!!!!!

Minha vizinha safada

Oii, meu nome é Juliana, tu pode me chamar de ju se quiser, hoje eu to aqui pra contar algumas das minhas aventuras sexuais mais loucas, sei que tu vai gostar, e espero que goste mesmo porque a intenção é te deixar morrendo de tesão.

Atendendo a vizinha de cueca

Ola, me chamo Wagner, sou branco e tenho hoje 39 anos. Ha tres anos atras tenho uma vizinha chamada Edna, ela tem a minha idade. Ela estava vindo em minha casa todo dia, sempre a noite, moramos em um condomínio, ela vinha batia na porta sempre apos 10 da noite. Eu trabalhava e ela vinha pra falar da vida dela. Um dia ela veio já passando das 11 da noite e eu decidi vou atender a Edna de cueca. Fiquei atras da porta e abri devagar deixando ela entrar. Ela foi já sentando no sofá e quando olhou para mim os olhos arregalharam, voce esta so de cueca.

Arrombei a mulher do vizinho

Era dia da semana eu estava de folga e estava sozinho em casa,qdo ouço a campainha tocar era minha vizinha a Juli, perguntando se minha mãe estava em casa ,eu respondi que não que só estava eu sozinho se não servia,ela deu um sorriso safado e respondeu ,pode ser ela estava de vestido curto super sarada,entrou e já veio me beijando e se jogamos no sofá eu não estava acreditando que estava com aquela delicia ali comigo,beijei ela e já fui levantando o vestido e para minha surpresa ela estava sem calcinha eu abaixei e fui chupando aquela buceta gostosa ela delirava e falava chupa vagabundo safado tarado chupa pq o corno manso do meu marido não gosta não ,aí era que eu chupava de gosto eu passava a língua no cuzinho dela que delirava de prazer,e não demorou muito para ela gozar gostoso na minha boca

Nosso primeiro beijo triplo

Confesso que apesar de 7 anos com Cláudio e das diversas alegrias que ele me proporciona diariamente, ele ainda tem a incrível capacidade de me surpreender e tornar tudo ainda mais gostoso, quando penso que não podemos nos superar em nossas putarias, lá vem Claudio e prova que só estamos começando essa jornada do prazer.

O dia em que perdi a minha virgindade

Meu nome é Renata tenho 18 anos, estava louca pra perder a virgindade. Ficava vendo vídeos pornôs todos os dias, me masturbando e quando eu via algum homem na rua, minha buceta já alarmava. Eu tava subindo pelas paredes pra saber. Minha vizinha está reformando a casa dela e o pedreiro tem 50 anos, ficava me encarando. não dava 2 minutos ele já tava de pau duro e eu molhadinha, eu nem sabia o nome dele mas queria dar pra ele. Então fui na casa dos fundo que está pra alugar ele tava rebocando a parede da vizinha não tinha a chave da casa ficamos ali no corredor. Eu aticava ele, e ele me avisando que ia me comer, e quando ele falava em tirar meu cabaco eu ja ficava loca. Comecei a pegar no pau dele. Ele começou a ficar descontrolado, rapidinho ja tava duro, ele mandou eu ajoelhar e mamar o pau dele. Como eu não sabia ele foi me ensinando, pegando na minha cabeça pra frente e pra trás. Ele tava gozando ja. Minha calcinha tava encharcada. Até que ele mandou eu abrir as pernas e sentar em cima dos papelão e dos negócio de trabalho dele me lembeu … toda. Nunca senti tanto tesão na minha vida. Logo gozei. Ele tava latejando, e me perguntou se podia enfiar eu disse lógico, ele levantou minhas pernas. Foi devagar com a cabecinha e até na força e enfiou tudo. Saiu um pouco de sangue,mas ele não parou. Começou a falar ” não era isso que ce queria sua puta” e me xingando dando tapas e eu chorando de dor e tesão. Ele ficou um tempo inflando ali, até que falou. Já que perdeu e frente vamo termina. Me da o cuzinho vai. Eu disse sim, fiquei de quatro, ele foi cuspindo lá. Enfiando o dedo quando eu nem percebi ele enfiou. Que dor. Mas que gostoso. Nos dois ficamos com muito tesão, e depois de alargar meu cu ele gozou la dentro. Ainda deu tempo de uma espanhola. Ele me fez mamar ele de novo e um pouco de goza na minha boca e Ele me mandou engolir. Disse que eu tinha que aprender mas que foi muito bom, me beijou e xingou vestimos a roupa fui pra casa e ele continuou trabalhando. não consigo fazer xixi nem coco porque doi demais. Mas não me arrependo. Estou esperando dar na segunda pra ver ele de novo.

Comendo o garanhão do bairro

Esta conto erótico não podia deixar de contar, porque foi uma das mais deliciosas que ja me aconteceu e foi no sabado passado. Vesperas do dia das mães.

Traição com Amigo do Skype

Olá! Meu nome é Amandha, tenho 32 anos, sou loira, tenho 1,68 de altura, 58 kg, e tenho um corpo muito bem distribuído devido aos treinos intensos de academia e às aulas de Spinning. O conto que vou relatar aconteceu a algum tempo.

Transando com 2 camioneiros desconhecidos

Oie! Sou Carla e tenho 30 anos. Sou uma mulher bastante fogosa desde muito nova. Já fiz umas loucuras por tesão, mas considero essa transa uma das mais gostosas…

Descobrindo que minha mãe é uma vagabunda

Todos os nomes serão alterados para manter o anonimato.

Sou casada, mas adoro ser putinha

Já faz alguns meses que escrevi meu primeiro conto onde revelei que apesar de casada sou muito safadinha.

Dando gostoso para um travesti

Mas o que vou relatar foi agora entre tantas orgias que ja fiz estou com 48 anos e gosto de dar o cizinho e chupar um pau. Estava no chat quando encontrei um travesti chamado Dandar Lyon. Intitulava-se muito gostosa. Resolvi marcar com ela. Me passou seu endereço na cidade vizinha de Estrela. La chegando encontrei uma morena maravilhosa uns peitinhos de menina moça lábios carnudos, uma bunda linda e gostosa. Comecei beijando aqueles lábios carnudos deliciosos, enfiei minha lingua quase na garganta dela. Ela já estava de calcinha com uma camiseta meia transparente deixando a mostra os biquinhos dos seios, que não era silicone, era natural a base de hormônios. Não tinha um pau muito grosso, era pequeno mas muito delicioso. Chupei ela todinha inclusive aquele pau depiladinho. Ela tirou minha calcinha que estava enfiada na bunda e começou a me comer como o pau dela era pequeno entrou com certa facilidade. Ela começou a bombar e a bater na minha bunda e me chamar de corno, viado, putinho e tudo o mais que vc pode imaginar. Ela gozou na minha bunda e quando retirou a caimisinha ela puxou minha cabeça pro pau dela e eu lambi a porra toda do pau dela que ja estava duro de novo. Passamos a fazer um 69 gostoso eu colocava o pau dela todinho na minha boca e ela fazia o mesmo com o meu até que nós acabamos juntos e engolimos a porra todinha. Depois ficamos detados abarçados na cama descançando como dois amantes. Isto aconteceu a umas duas semanas e ja nos encontramos mais umas duas vezes, passamos a ser amantes. Minha mulher é uma puta vive dando o rabo pros amantes dela, de vez em quando ela me conta como foi a foda com eles e eu conto as minhas fodas com os travestis e meus amigos que adoram me comer, ai damos uma boa foda pra lembrar nossos amantes. Tenho um amigo em POA que adora me comer e comer ela, é apaixonado pela bucetinha dela, quando nos encontramos fizemos uma suruba ele come nois dois.

Transei com minha prima novinha e fogosa

No mês de julho eu mudei de endereço, ou seja, muita confusão e estresse por causa da mudança, mudei para uma casa a 20 metros da que eu morava, mesmo sendo perto, deu um certo trabalho, com isso alguns amigos e minha prima vieram me ajudar, inclusive a minha vizinha dos contos anteriores.

Garota de Programa Tirando a Minha Virgindade

Essa História vai deixar você louco de tesão vamos lá então, virei garota de programa há pouco tempo, meu nome de guerra é Cristina, 1,72 de altura, pele alva (detesto tomar sol), bem peituda, cabelos castanhos longos e lisos, e sempre nos anúncios, digo que tenho rosto de boneca e ninguém até hoje disse que era propaganda enganosa…

Dando o cuzinho guloso no quintal de casa

Meu esposo revelou que queria eu desse pra outro e a indivíduo que se encaixava no perfil: Nosso residente de 19 anos e meu companheiro falou, se ele montar ninguém ia abonar e ele seria aclamado como. O MAIOR MENTIROSO DO BLOCO E GANHARIA O COISA PINOQUIO.