sexo homem gordo

Sexo Gostoso no Ônibus

Estou por aqui de novo para contar uma aventura ocorrida la em meados de 2005. Bem sou o Lorenzo, e como não me apresentei em meu conto anterior, aqui vai um pouquinho de quem sou;

Saí com a vizinha casada

Olá, meu nome é Bruno (nome fictício), tenho 24 anos, sou moreno, tenho 1,80m e tenho um porte físico mediano (nem magro e nem gordo). O que vou contar para vocês agora aconteceu há uns 2 meses atrás. Há uns 6 meses atrás se mudou para a minha rua uma família nova. Eu sempre procurei ser muito respeitoso com mulheres casadas, principalmente com vizinhas, para evitar problemas. Porém eu sempre chamei a atenção das mulheres casadas da minha rua. Voltando a falar da família que se mudou para minha rua … é composta por um homem, uma mulher e um filho. A mulher é uma morena bastante atraente e bem mais nova que o marido. Logo quando se mudaram eu olhei para ela e pensei “que mulher interessante”, porém nunca me atrevi a abordá-la de alguma maneira.

Esposa se exibindo para o garçom do motel

Eu e minha companheira temos uma relação de 13 anos, com muito amor, muita paixão e um enorme tesão de um pelo outro. Sou moreno claro, tenho 1,86 m, nem gordo e nem magro, e 39 anos de idade. Ela é uma bela mulher, de pele branquinha, 1,60 m, seios fartos, coxas grossas, bumbum branquinho em forma de um coração, bastante apetitoso, e 53 anos. A nossa diferença de idade em nada importa e neste tempo que estamos juntos, sinto-me cada vez mais apaixonado e realizado com o meu amor.

Meu cunhado me comeu

Vou usar nomes fictícios para preservar a identidade dos envolvidos, afinal se trata de uma história real.

Chupando a buceta da minha amiga no trabalho

Esse é um conto rápido e gostoso assim como a minha história. Horário de fechamento do serviço, em plena véspera de ano novo, eu e minha amiga éramos os azarados escalados. Eu, um homem na casa dos 45 anos na época, completamente grisalho dos olhos castanho-esverdeado, 1,76, nem gordo ou fitness. Já a Bia era uma loira de parar o trânsito da mesma faixa etária, de olhos castanhos claros e uma coisa que realmente mexeu comigo mais que tudo, um apetite voraz por aventuras sexuais.

Fui arrombado por três pedreiros roludos

Meu nome prefiro não dizer, mas venho aqui para relatar uma das melhores experiências sexuais que já tive. Tenho 20 anos, sou moreno claro, não sou gordo e nem magro, tenho um corpo legal que pretendo melhorar com malhação com o passar dos anos, afinal, malho a 1 ano e 6 meses. Quero contar a vocês sobre o dia em que eu realizei o fetiche de dar para nada mais nada menos que 3 pedreiros em uma construção.

Primeira vez que fui corno

Ola meu nome é Michel e faz algum tempo que venho querendo ser corno, meu sonho é ver minha mulher sendo fodida por um macho de verdade que faça ela virar uma verdadeira puta na cama que faça tudo com ela pois não tenho mais tesão por mulheres faz algum tempo. Agora no inicio do ano tirei férias e fomos pra nossa casa na praia e chegando lá percebemos que havia novos moradores na casa ao lado, um casal mais velho e um homem de uns 45 anos mais ou menos, mulato, nem gordo nem magro muito receptivo e já veio conversar conosco e vi que ficou cuidando a bunda da minha mulher que é uma bunda linda. Já fiquei imaginando aquele homem comendo minha mulher de tudo quanto é jeito e disse pra ela que me disse nem pensar e então esquecemos o assunto. No fim de semana minha prima esteve La em

Eu, meu Concunhado e meu Filho

Tudo que vou agora relatar aqui está acontecendo em minha vida desde o ano passado quando um cara casado com a irmã de minha mulher (meu concunhado – Márcio nome Fictício) veio morar na capital do estado onde moro (segunda maior cidade do estado). Esse meu concunhado é sedento por sexo e sem perceber entrei no mundo dele.

Suruba deliciosa com a mamãe safada

Oi, o fato que passo a contar aconteceu a mais ou menos dois anos quando tinha entre 16 a 17 anos, agora com meus 20 para 21 anos tomei coragem e decidi contar, até porque sempre que lembro vem um tesão medonho. O fato aconteceu entre eu minha mãe e quatro amigos meus, vou falar um pouco de mim: sou branco de cabelos e olhos castanhos, magro com 1.76 de altura e 77kg, minha mãe é uma morena de 1.70 de altura com cabelos pretos, até os ombros, 67 kg, bem distribuídos (apesar de não fazer academia nem nada, no Maximo dar algumas caminhadas), tem 44 anos, peitinho médio tipo pêra, pernas muito bonitas bumbum carnuuuuuuuudo muito carnuudo e uma xereca com pentelhos grandes e negros, mas não é aquela cabeleira desordenada, mamãe cuida das laterais aparando um pouco o que torna ainda mais bonita de ser ver, divorciada, mora apenas eu e ela apesar de ter mais uma irmã que não mora

Uma namorada putinha

Vou começar esse meu primeiro conto, vou usar nome fictício Pedro, tenho 23 anos, moreno alto 1,83, físico bom, nem gordo e nem muito magro. Minha namorada Flavia (fictício) também 23 anos, morena 1,80, sorriso lindo, jeito encantador, corpo perfeito, com um quadril largo, bem gostoso, sua bunda é enorme, que chama muita atenção, confesso que quando pego de quatro quase não consigo bombar direito, peitos firminhos, durinhos, realmente deliciosos, que adoro chupar… é tão gostosa que se eu não me segurar eu gozo na mesma hora, sua buceta é bem grande, a maior que já penetrei, e muito gostosa também. Estamos juntos a quase 2 anos, nosso sexo é muito bom, temos uma confiança no outro, e uma

Nosso primeiro swing!

Um dia inesquecivelmente delicioso de muita luxúria e desejo, Me chamo Giorgio, tenho 42 anos e vivo na cidade do Rio de Janeiro, faz 6 anos que tenho uma relação extraconjugal com uma amiga muito querida que aprendi a amar e viver tudo o que o prazer entre um homem e uma mulher podem proporcionar em sua máxima plenitude. O nome dela é Juliana, um loira linda, 37 anos em sua plena feminidade, olhos verdes, rosto lindo, delicado, branquinha do jeito que eu amo, seios médios e durinhos, bumbum lindo, pernas longas, pés delicados e uma bucetinha depiladinha, rosinha, suave, sempre úmida, receptiva, apertada e deliciosa!

A transformação de Nathália – Parte 5

O ano era 2014. Nathália havia se preparado para uma balada com as amigas. Usava um vestido preto, tomara que caia, com um grande decote nas costas e um menor a frente, dividindo seu tronco em dois, com apenas um pequeno pedaço de tecido juntando e pressionando o tecido sobre seus seios.

Minha primeira vez

Oi, galera, beleza? Eu entendo que como seja minha primeira vez aqui no site, tenho a obrigação de falar um pouco de mim né? Então, meu nome é Wallace, tenho 18 anos e sou do sul fluminense. Tenho 1,65m; sou versátil, 18cm uncut, cabelos e olhos pretos, branco, relativamente magro(sim, pretendo entrar na academia em breve; entretanto não sou palito, tenho corpo né?) a galera acha que eu sou bonito e talz; não me acho tão atraente, só acho que sou safado mesmo.