quadrinhos eróticos zoofilia

Um Casal na Praia da Galheta SC

Isto ocorreu exatamente a 6 horas atrás, bom me chamo Thiago, tenho 26 anos corpo Moreno e sarado pois prático atividades físicas. Estava eu na praia da Galheta, localizada em Florianópolis, costumo ir sempre w posso, pois adoro essa praia. Já realizei algumas aventuras nela, mas a de hoje foi uma das melhores. Era tardinha, a praia estava começando a ficar vazia, detalhe essa praia é de nudismo. Bom , estava caminhando na beira da praia a procura de um casal ou mulher para praticar o meu exibicionismo, foi então que me deparei com um cara deitado na areia e sua namorada deitada em seu colo, ele me olhava como se quisece que eu me aproximace dele.

A foda mais gostosa ate hoje

Sou casado com uma mulher deliciosa a 15 anos, tenho uma cunada que sempre despertou um tesão incrivel. Certo dia fomos a praia, eu, minha esposa e minha cunhada e após algumas cervejas, saímos da praia e fomos tomar banho em um rio próximo, como o ambiente estava deserto por se tratar de um dia de semana, resolvemos tirar nossas roupas. Estávamos tomando banho pelados quando minha mulher começou a me punhetar por debaixo d”água, minha cunada estava próxima e percebeu mas fingiu que não viu nada. Minha mulher saiu da água pra pegar uma cerveja no isopor e quando voltou me desafiou a chupar ela por baixo da água eu topei e minha cunhada percebendo o que acontecia começou a se insinuar pra mim, falei com minha esposa que me deu sinal verde. Saímos da água e quando minha mulher me viu de pau duro foi logo me chupando, aproveitei a ocasião e começei a chupar minha cunhada que não demorou a gozar na minha boca. Depois invertemos a posição e gozei na boca dela, em seguida me ofereceu sua bucetinha de pelos dourados que meti com vontade, quando gozei disse a ela que queria comer seu cuzinho que ela negou de imediato mas minha esposa resolveu o preblema e disse se ele comer o meu você vai dar também, aí comi o cú da minha esposa e depois o da minha cunhada e apartir daquele dia ela não sai mais da nossa casa, mas isso é outra história.

Sendo enrabado pela primeira vez

Bom esse é meio primeiro conto erotico. Vou relatar a primeira vez q dei o cuzinho.

Meu Filho Comeu Meu Rabo Guloso

Desde que minha filha se casou eu passei a morar com meu filho, Caio. Nessa época ele tinha 20 anos, estudava e trabalhava num laboratório. Eu já estava sem marido há uns quatro anos, e nesse tempo só alguns flertes haviam me acontecido.

A Reconciliação

Era um dia bem tranqüilo feriadão …tudo saindo como o esperado e eu e meu marido tínhamos discutido um dia antes e foi uma discussão muito feia mas até que eu estava bem calma e com um tesão que parecia que ia explodir ,me toquei várias vezes ao dia ,só de me imaginar fazendo um boquete chupando uma rola até estalando de tão duro que estaria eu já ficava toda molhada..

Amigo do meu filho

Meu nome é Amanda (fictício), tenho 42 e sou viúva a 5 anos, tenho um filho de 17 é uma filha de 15!

Fodendo a casada na cama do marido

Olá meu nome é joão, tenho 23 anos, tenho 1,82 de altura, 86kg, sou moreno, corpo malhado, olhos castanhos, cabelo curto preto, e um penis de 22cm.

Sexo com a Babalú Brasileirinha

Apos ter conhecido a fenomenal Monica Santhiago na semana passada, fiquei maluco com a possibilidade de conhecer outra atriz porno. Acho que fiquei viciado nessa porra!

O que é bonito é para ser visto

Me chamo Prado e minha esposa Mara, somos casados a 19 anos. Temos 45 anos eu e ela já no seu 50 anos que nada a deixa a desejar! Ela corpo normal, sem nada de exageros , esse conto é verídico e não tem necessidade de ser fantasioso. Ela 1,68 peso bom 68kg seios médios e uma bunda maravilhosa linda durinha e grande…. realmente de chamar a atenção.

Minha Primeira vez com uma mulher casada safada

Sou Gabriel, tenho 22 anos e venho contar uma experiência que ocorreu alguns anos atrás. Não sou nenhum 10/10, tenho 1, 72 de altura, corpo normal, porém, tenho pernas grossas e um bumbum durinho que chama atenção de muitas mulheres. Em uma tarde andando pelo bairro parar ir jogar uma partida de futebol, vejo uma mulher nova na rua do lado da minha, era uma baixinha de 1, 60; pernas grossas, cintura fina, cabelos cacheados, olhos verdes e um bumbum empinado. Fui saber um pouco mais sobre aquela mulher, pedi para um amigo que morava na mesma que pegasse o número daquelas mulher (QUE MULHER!). Conforme meu pedido ele trouxe o número (não sei como), trocamos mensagem e se conhecemos um pouco mais. Nome dela era Juliana, e tinha 22 anos, eu já estava doido para dar uns amassos naquela mulher, descobrir que ela era casada, porém, gostava de umas aventuras. Ela me contava que o marido dela deixava a desejar. Logo pedi para ela vim até a minha casa, conversamos bastante e rolava uns olhares safados, fiquei de pau duro só de ver aquela mina. Ela veio com um vestido que destacava seu decote e seu bumbum empinado. Fui chegando perto e até que nossas bocas se encontraram, nos beijamos muito, como se nunca tinha feito isso antes. Aquilo deixava ambos excitado, ela morava na rua do lado a qualquer momento o marido dela podia chegar. Nos beijamos tanto que meu pau tava pra explodir na bermuda, apertei aqueles peitos durinhos e chupei como se fosse o último da terra, coloquei minha mão na buceta dela que já estava enxarcada e brinquei com seu grelinho. Aquela buceta é um sonho, branquinha, raspadinha e muito gostosa. Não aguentando mais, cair de boca naquela buceta, chupei por alguns minutos até que ela gozou, que delícia! Logo depois ela se ajoelhou e abaixou minha bermuda mostrando meu pau duro como ferro, aquela safada caiu de boca como se não tivesse outra rola no mundo pra ela chupar. Mamava igual uma puta, babando todinho no meu pau e subia e descia (mulher casada tem uma experiência nisso). Quase aquela gostosa faz eu gozar, queira meter minha rola naquela buceta. Brinquei mais um pouco e coloquei meu pau na direção da entrada, coloquei a cabeça rosada e grossa, ela já gemia gostoso, enfiei todo meu pau naquela buceta. Metia naquela buceta com todo gosto, ela gemia alto e logo teria um orgasmo. Não demorou muito até que anúnciei que ia gozar, ela me pediu que gozasse na boca. Comi por mais alguns minutos aquela buceta e tirei meu pau daquela delícia e soltei um jato forte de porra na boca da safada, ela engoliu tudo e me olhava com cara de puta. Um detalhe importante, estava na casa dos meus pais e estava sozinho neste dia, fodemos na sala a tarde toda. Depois disso transavamos toda vez que tinha oportunidade.

A companheira de serviço casada e safada

Meu nome é Rafael e essa historia aconteceu há dois dias. Trabalho na prefeitura da minha cidade e o departamento que eu trabalho fica em um bairro separado da prefeitura e nesse dia, estávamos somente eu e a faxineira do meu departamento. Me descrevendo, sou moreno claro, 26 anos, 182 cm de altura, 79 kg, corpo sarado, pois malho e um pouco dotado, 19 cm. A faxineira, na qual chamarei de Eliana, já é casada, tem cerca de 51 anos, moreno, cabelos castanhos, um belo par de peitos e uma bundinha até que empinada, sempre fui gamado nela e nesse dia resolvi tentar algo a mais. Como estávamos só nós dois nesse dia e meu serviço já estava bem adiantado, resolvi ajudá-la na faxina. Até ai tudo bem, até que ela resolveu limpar em cima do armário e para isso tinha que subir na cadeira e assim foi. Devido o calor, ela usava uma blusa

Dei pro meu vizinho novamente

Ola, meu nome é Camila e hoje vou contar a vcs sobre a vez que dei pro meu novo vizinho, tenho 22 anos, na epoca namorava a 3 anos ja porem o namoro nao vinha bem, sou negra, coxas grossas, bumbum bonito mas nada exagerado, seios pequenos mas bonitos, tenho um corpo bonito porem nada fora do padrão alem das coxas grossas e bonitas.

Técnico da Internet

Minha esposa tem 40 anos, Negra, 1,80m, pernas longas e torneadas, seios médios, bunda redondinha, apesar do tamanho dela ela tem uma bucetinha apertadinha…

Meu barbeiro e amante safado

Estava trabalhando nas eleições com o meu carro como carro de som, e devido tal serviço, acabamos passando por ruas que jamais pensaríamos em passar. Ruas totalmente sem movimento e exclusivamente residenciais.

Minha primeira vez sendo gay passivo

SEMPRE TIVE ATRAÇÃO POR HOMENS, MAS NEM POR ISSO DEIXEI DE GOSTAR DE MULHER TB. ME SENTIA ATRAIDO POR UMA BOA BUNDINHA DURINHA E GOSTOSA, QUANDO GAROTÃO FREQUENTAVA OS CINEMAS DO CENTRO ONDE OS GAYS SE ESBALDAVAM COM GAROTÕES COMO EU A TROCO DE UNS TROCADOS, O TEMPO FOI PASSANDO E EU PASSANDO A ROLA PRA TODO LADO, GAROTÕES, CASADOS ENXUTOS, COROAS, ATÉ QUE UM DIA VINDO DO CENTRO DE ONIBUS DE MADRUGADA, ULTIMO ÔNIBUS O PESSOAL SAINDO DA BALADA, ONIBUS LOTADO CONHECI UM CARA, EU ESTAVA NAQUELE APERTO, COM SONO, EM PÉ, QUANDO PERCEBI QUE O CARA ROÇOU COM O DEDO DISCRETAMENTE NA MINHA ROLA, ACORDEI RAPIDAMENTE, MEU PAU FICOU DURÃO POIS ME SENTIA ATRAIDO POR ESTE TIPO DE ACONTECIMENTO, ELE PERCEBEU QUE GOSTEI E FICOU ALISANDO MINHA ROLA UM BOM TEMPO DISCRETAMENTE, QUANDO TAVA CHEGANDO O PONTO ONDE EU IA DESCER AVISEI SE ELE QUERIA DESCER JUNTO COMIGO POIS O TESAO ESTAVA INTENSO, QDO ELE PRONTAMENTE CONCORDOU, ISSO JA ERA 3 DA MADRUGADA,

Bem comida por 2 negões no litoral

O vou contar hoje é uma mistura de prazer e medo que vivi a cerca de dois meses no litoral do Itapoá – SC onde tenho uma casa. Nossa casa fica numa ruazinha de terra que só tem 3 casas, e uma em construção no terreno ao lado, por isso é bem tranquila e podemos ficar bem à vontade tomando sol na varanda de fio dental sempre.

Putaria Fazendo um Curso em SP

Bom, não sei disse em outro contos, mas moro no interior de SP, apesar ter nascido em São Paulo mesmo, fui criada no interior, então, sempre que posso dou uma fugida pra minha “terrinha”.

Mostrando a foto dela para meu amigo

Me chamo Ricardo, tenho 30 Anos, sou um cara branco, 1,85 alt, 88 kg, cabelos bem cortado, bem apessoado, me considero um cara bonito, por onde passo acabo chamando um pouco de atenção.

Minha sobrinha é um pedaço de mau caminho

Minha sobrinha Amanda é um pedaço de mau caminho, linda e gostosa, e sinto o maior tesão nela, pena que é casada, por isso nunca tive coragem pra dizer a ela da minha vontade de levar ela pra cama, beija-la, mamar naqueles peitinhos deliciosos que ela tem, lamber aquele cuzinho que imagino ser cheio de preguinhas, bem no meio daquela bunda gostosa, chupar aquela buceta até vê-la estremecer e gozar na minha boca, e depois vê-la sentada na minha pica cavalgando como uma verdadeira amazona. Era um sonho difícil de se realizar, imaginava eu, por ser minha sobrinha, e por cima casada. O máximo que eu poderia fazer pra estar pertinho dela e contemplar aquele coloço de mulher, era oferecer uma carona pro

Minha Primeira Vez fazendo anal foi em uma suruba

O conto que passo a relatar aconteceu quando eu já tinha 23 anos, me chamo Amanda,(nome fictício) sou loira natural de origem italiana, sou bem alta considerando os padrões, com 1,78m, 80 kilos, olhos verdes e cabelos um pouco abaixo dos ombros, e a maioria dos rapazes apesar de me acharem atraente até tem certo receio de aproximar-se de mim devido a minha estatura, alta e um corpo proporcional a minha altura, apesar de eu ser bem feminina.

Minha loira e dois negros

Pois bem vou contar o que aconteceu nessas festas de fim de ano.. resolvi ir pra Trindade no RJ com minha mulher uma loira de olhos verdes, magra de peitos normais e bunda grande e empinada, tatuagem de dragão pegando a coxa e a bunda.. enfim, chegamos lá ficamos numa pousada onde havia bastante gente hospedada, todos animados para o réveillon não perdemos muito tempo arrumamos nossas coisas no quarto e já fomos pra praia, levando um cooler com cervejas. Eu fiquei sentado de boa numa cadeira e minha loira foi dar um mergulho exibindo seu corpo gostoso com um biquini preto fio dental bem socado que te deixava muito gostosa e todos machos babando.. deu seu mergulho voltou e deitou na areia de

Fui comido pelo primo do meu namorado

Como único, tudo bem? Venho divulgar pra vocês uma coisa que resultou essa semana e foi… eu diria… abrupto. Eu sou Gabriel, tenho 20 anos, tenho 1,80 80kg sou branco e passivo. Eu amor com um rapaz de 28 anos, se chama Lucas e é bem bom, possui 1,85 80kg fortão, loiro e análogo. Lucas mora com o essencial e o adepto, eles sabem que amor com o Lucas por isso frequento a casa deles de ótima… Porém vamos ao feito. Nessa semana que se passou, eu dormi na casa do Lucas e ele saiu de manhã para trabalhar, eu achei que aparecia sem companhia em casa por isso acordei e fui tomar um bom banho, deixei a acesso destrancada. O essencial do Lucas, que se chama Gustavo 22 anos, possui o altura similar com o dele (alto, forte, loiro), entrou no banheiro. Na momento me assustei porém ele disse que iria utilizar rapidinho, que iria pra facul. Por isso eu me virei e continuei tomando meu banho… me ensaboando, porém sem sem segundas intenções sabe? Pq eu amo meu aficcionado e análogo, de modo algum pensei em adulterar ele e nem sequer nada. Porém de acesso, vi que Gustavo também tava no banheiro, no momento em que me virei ele tava se punhetando, tava de olhos fechados e batendo uma punheta daquelas… Eu não sabia o que realizar e dei um ai baixo, ele abriu os olhos assustados e falou pra eu ficar quieto, que ele nao resistiu e bla bla. Eu fiquei com humilhação, fui saindo do chuva, porém no momento em que fui sair do banheiro ele me pegou por tras, empurrou a acesso, trancou e começou a me abecar, beijar meu pescoço: – “Encontra-se aqui comigo… vc vai abronzar, vemk vem.”

Ela desejando outro

Prazer, sou Luan, 28 anos, alto, corpo atlético, namoro a Letícia 25 anos, uma linda mulher. Cabelos pretos, longos, branca, corpo de dar inveja a muitas mulheres. A Letícia, trabalha num hospital em nossa cidade (interior da Bahia ) como auxiliar de enfermagem, sempre gostou de atuar na área da saúde, uma paixão dela. Estamos juntos há 8 anos, Letícia sempre foi de família exemplar, recatada e sempre respeitou nosso namoro.

Minha mulher ficou viciada em dar o cu

Meu nome é Célio, mas todos me chamam de Júnior, sou professor de física e ministro aula em um cursinho preparatório de grande nome em São Paulo. Em 2015 trai minha esposa pela primeira vez com uma aluna muito gostosa e safada chamada Carla (conto Aluna safada 01, 02 e 03), acabei comendo a mãe dela também, Helena dona de uma buceta maravilhosa (Conto Aluna safada 4). Minha mulher, grávida de 7 meses, ficou sabendo e, por vingança, foi arrombada pelo namorado de Carla na minha frente (Conto Aluna safada 05).