picagay

Ela me deu a bucetinha por mil reais

Tenho uma prima safadona de 37 anos que é protética;ela era gorda depois da cirurgia de estômago ficou irreconhecível;linda e com um corpo maravilhoso,ou seja parecia outra mulher;e ela sabia que iria pegar uma indenização trabalhista e se aproveitando que minha mulher viajou ela disse se podia dormir lá em casa pois morava longe e disse que era normal pois éramos primos e disse que sim e já á´noite bebia um vinho e ela pediu um copo de vinho e ela entrou no assunto do dinheiro pois precisava para cobrir uma dívida que só aumentava e disse se eu podia emprestar a ela mas que era para ser segredo pois essa dívida ninguém sabia e eu perguntei sobre as garantias de receber e ela rindo disse :serve eu agora vc não acha que vale?e eu responder de quanto precisava e ela disse que era 750 reais e eu brincando disse que se ela fosse a garantia dava até mil;e ela virou e me disse;olhe já que é´tudo segredo que eu faço para vc me dá esses mil reais ;e eu disse que só queri ter uma noite com ela e mais nada e ela disse que se fosse só uma noite

Depilando gostoso a minha esposa

Eu fui casado com uma mulher muito linda e jovem , ela tem 37 anos , cabelos longos uma

Dei o cu

Conheci um bombeiro através de app de relacionamento. Conversamos por um mês e conseguimos nos encontrar. Eu já sabia que ele tinha um fogo, mas eu sou virgem e só queria pegação. No primeiro encontro ele já queria avançar o sinal, mas estávamos na praia e haviam algumas pessoas por perto. Ficamos só na pegação mesmo. Dias depois nos reencontramos e eu levei ele pra um lugar mais reservado, só que ficamos no carro. A química entre nós é inacreditável. Eu chupei aquela pica com muito gosto e ele me chupou com um talento que eu nunca vi (e já tiveram alguns muito bons!). Não rolou penetração. Em poucos dias ele veio me ver novamente e fomos para o mesmo lugar. Dessa vez, eu liberei pra tentar colocar no meu cu, mas foi complicado por conta da posição no carro e doía mto. Mesmo assim, fizemos oral maravilhoso. Na quarta vez eu marquei com ele de irmos a um motel, pra ficar mais a vontade. Puts.. que delícia. Dei o cu gostoso pra ele. Fiquei com o cuzinho ardendo, porque ele era virgem e o bombeiro arrombou ele com aquela piroca gostosa. Depois de longos dias sem nos vermos, fui até a casa dele e curtimos a tarde toda. Ele usou um brinquedinho no meu clitóris e me levou a loucura com aquela boca maravilhosa. Enfim, a gente não tem se pegado mais.. mas eu gostaria.

Orgia na estrada com esposa

Chovia, mas chovia muito, o motor do carro começava a ratear na subida da serra do mar, nem parecia que de manhã, eu e minha mulher, havíamos tomado aquele banho de mar debaixo de um sol abrasador. Enquanto dirigia, olhava as pernas da Claudia, lindas, morenas, bronzeadas, ela estava só com a saída de praia. Os seios grandes, lindos, apareciam por entre seus cabelos ainda molhados pela água do mar. Ela dormia. A chuva batia cada vez mais forte nos vidros e aconteceu o improvável o carro parou de funcionar, rapidamente estacionei no acostamento, e o pior já anoitecia…

Doce aniversário

Quando era criança sempre achei minha família normal. Porém quando fiz dezoito tudo mudou.

Depois de ler 50 tons de cinza

Meu nome é Ana, 37 anos, sou casada. Estou escrevendo pela primeira vez.

Sendo enrabado pela primeira vez

Bom esse é meio primeiro conto erotico. Vou relatar a primeira vez q dei o cuzinho.

Exibição da esposa

Olá tudo bem!!!

Minha prima é a melhor

Numa pequena cidade no interior da Bahia e dezembro férias de fim de ano minha tia e os filhos meus primos e primas passavam férias escolares lá em casa.

Fodendo minha irmã e Sua Namorada Lésbica

Minha irmã Carla e eu somos muito próximos em muitos aspectos. Até fazemos aniversário no mesmo dia, temos apenas um ano de diferença, sendo eu o mais velho. Temos a mesma construção física também, ela apenas uns 5cm mais baixa, isso torna uma coisa comum eu pegar ela vestindo minhas roupas principalmente camisetas. Eu não me importo que ela use meus jeans, mas eu continuo dizendo a ela que ela vai esticar minhas camisetas com seus peitos grandes. Ela apenas ri e diz que estou com ciúmes porque ela tem esses peitões.

Aprendendo a dirigir caminhão

Olá, me chamo Wesley, sou filho de mãe solteira e sempre moramos na casa de minha avó. Meu tio morava na casinha nos fundos de nossa casa, ele era caminhoneiro. Minha mãe trabalhava como doméstica, saia cedo de casa e voltava no começo da noite e minha avó me mandava pra escola de manhã e à tarde eu ficava brincando no quintal.

O amigo gostoso do meu marido

Esse e meu primeiro conto, primeiro peco desculpas se ficar meio longo, esse evento que vou relatar aconteceu comigo a alguns anos atras, meu marido montou um bar e logico vinham varios amigos inclusive uns que eu nao conhecia, nesse dia cheguei do trabalho cansada e fiquei no bar, logo notei o Eduardo ele era lindo, branco, alto, olhos castanhos, sorriso lindo, e doido, coisas que fizeram eu ficar de olho nele, no final da noite meu marido havia dormido e deixou que eu fechasse o bar, foi naquele momento que ele se apresentou pra mim, sem nenhuma intencao mesmo, so pra dizer que voltava no outro dia, naquela noite me masturbei pensando nele, no outro dia cheguei do trabalho ele estava la, comecei a dar em cima dele discretamente e indiscretamente e assim seguiram os dias ate que um dia ele dormiu no bar que era nossa casa tambem, de manha meu marido ia fazer as compras do bar e nos deixou sozinhos, eu fui onde ele estava na sinuca e me sentei em

Minha namorada com a galera do futebol

Olá, me chamo Marcelo e tenho 42 anos, namoro uma gata de 23 anos, ela é um tesão e muito safada, vou chama-la de Manu. Outro dia, durante nossa transa ela me chamou por outro nome, eu perguntei o porque daquilo, ela disse que gostava de fantasiar trepar com outros caras. Achei que estava na hora de apimentar nossa relação.

Meu amante é um negão safado

A vida muitas vezes nos surpreende jamais eu poderia imaginar que depois de alguns anos de viúva iria sentir desejos por um homem bem mais jovem do que eu. Pois bem eu tenho quarenta e dois anos bem vividos(42), fui casada durante 20 anos e tive dois filhos moro na Bahia e tenho uma pequena fazenda no interior do estado.

Putaria com Minha Irmã e Meu Marido

Desde criança Eu e Caroline minha irmã, sempre fomos muito ligadas como unha e carne. Desde que eu comecei a namorar o Mateus e ela o conheceu, os dois acabaram fazendo também uma amizade muito forte. Caroline era muito alegre, espontânea, prestativa, desapegada as coisas materiais, mão aberta mesmo, o que era dela era dos outros, muito dada com as pessoas e por isso tinha uma facilidade incrível de cativar a todos a sua volta. Ela com o Mateus parecia duas crianças brincando, um agarra, agarra, tapas, beliscões, empurrões, mas tudo na base da brincadeira, e muitas risadas.

Cdzinha primeira vez se sentindo femea

Meu maior sonho era ser completamente montada como cdzinha e me sentir mulher.

Chupei minha namorada no sofá

Olá, eu sou a Lari, a Bia é minha namorada e nós moramos juntas em uma casa em Curitiba.

O delicioso cuzinho da minha cunhada

No ano passado fui passar férias na casa da minha sogra. Minha namorada tem uma irmã novinha que é uma delicia, toda durinha, tem uma bunda maravilhosa e seios firminhos, sem contar que ela usa uns shorts bem coladinhos e deixa aparecer o volume de sua bucetinha. Certo dia estávamos na casa da minha sogra e minha namorada foi para um salão de beleza, ela ia passar a tarde toda lá como minha sogra estava trabalhando acabei ficando sozinho com a minha cunhadinha. Resolvemos então assistir um filme, eu joguei um colchão no chão e me deitei, ela se deitou no sofá. Eu estava concentrado no filme até que pude ver pelo vidro do rack da sala que minha cunhada estava de pernas abertas e de saia, eu conseguia ver sua bucetinha dentro daquela calcinha branca, eu estava com um short tipo de jogar futebol e não consegui esconder minha excitação, quando percebi ela estava olhando para meu calção.

Comi gostoso a minha tia safada

Oiih’ Eu vou usa o nome de Hadrián mas é claro um nome Ficticio e o nome da minha tia é Iara tenho 15 anos e ela 29 anos hoje em dia ela é uma morena com 1,67 altura , magrinha , bundão empinado , e peitos bem durinhos , essa historia é veridica aconteceu em minha vida a 3 anos atrás , ela morava em outro bairro e ate hoje mora na mesma casa , minha mae sempre gostava de ir la e eu como tinha muito tesão pela minha tia ia tambem ver minha tia gostosa , um dia saindo do colegio tomei uma desição de ir na casa da minha tia só sem minha mae e nesse dia estava muito decidido a come ela de um geito ou do outro , chegando na cama dela entrei e nen avisei que estava entrando , quando chego no quarto dela ela estava em cima da cama de calsinha de renda trasparente e de sutiã e no mesmo momento meu pau ficou duro igual uma roxa , comecei a ponheta pra ela e no mesmo momento ela se acorda e me pergunta menino ta fazendo o que aqui? eu fiquei sem graças e baixei a cabeça e meu pau voltou ão normal , ela fala presiza fica asim nao isso é normal te tesão pela tia é eu ja sabia que você poetava pra mim uma vez vi você poetando aki na minha casa olhando minha bunda vi pelo espelhor do meu quarto e por que a senhora nao feliz nada , por que eu gostei me sente atraida pelo desejo proibido de tranza com meu sogrinho, eu logo tirei o meu pau pra fora e ela começou a chupa eu logo gozei na boca dela e ela engolio a porra todinha , peguei ela joguei ela em cima da cama e começei a chupa a buseta dela que tava toda molhadinha logo ela goza ai pego o meu pau e coloco divagasinho na buseta dela e ela começa a grita de tesão e falando ….. sogrinho safado …. me come ….. come minha buseta , me faz goza , logo sinto que vou goza e falo tia vou goza ela tira meu pau e fala goza no meu cú então coloco o meu pau no cú dela e gozo , o cú dela cheio de porra eu começo a chupa ele todinho ela tira meu pau mas uma vez e começa a chupa e eu gozo denovo depois disso se levantamos e fumos toma banho juntos la dentro do banheiro ela segurou na parede e eu levantei uma das perna dela e coloquei meu pau na buseta dela ate ela goza. e depois de tudo isso comveçamos e decidimos que ningue iria sabe daquilo , e que sempre que dece agente transa denovo … meu msn e emeil [email protected]

Professora da faculdade

Antes de contar como tive a melhor transa da minha vida, gostaria de me apresentar. Sou estudante de fisioterapia, tenho 19 anos, cabelos pretos, barba e corpo atlético. Estou no 3° ano de fisioterapia e como de rotina neste semestre, todas as terças tinha aula de massoterapia aplicada. Certa vez em uma aula fomos comunicados de que nossa professora teria entrado de licença e que teríamos aula até o fim do semestre com outra pessoa. Me lembro como se fosse hoje. Eu estava mexendo no celular quando entra pela porta aquela mulher sensacional. Era baixa, cabelos longos lisos e pretos, corpo escultural e uma bunda que tirava a atenção de todos. Tinha um rosto fino, usava um óculos que a deixava ainda mais gata, olhos castanhos claros e uma boca muito sensual. Me lembro de me arrepiar todo quando ela entrou na sala. Assim que terminou a aula teórica, começamos a aula prática em uma sala com várias macas. Neste dia, minha dupla tinha faltado, e ela me disse que iria me auxiliar nesta aula para não ficar sem dupla. Logo ela falou para eu me deitar de costas na maca e tirar a camiseta, para que ela pudesse demonstrar as técnicas da aula. Assim que ela tocou meus ombros, senti um arrepio que meus músculos da panturrilha se contraíram. Ela olhou pra mim e deu risada. Como aquele sorriso era lindo. Ao fim da aula conversamos um pouco e ela me disse que tinha 28 anos e estava acabando sua pós, e que andava muito estressada. Logo me ofereci para fazer uma massagem em seus ombros e ela com muito receio aceitou. Continuamos conversando após a massagem e nos despedimos. Cerca de 2 ou 3 semanas depois a encontrei em um barzinho perto da faculdade bebendo uma ice sozinha em pleno domingo a noite. Fui cumprimentá-la e ela me convidou para me sentar. Bebemos algumas curtas e conversamos muito. Ela me contou sobre uma decepção amorosa com o único homem com quem ela já tinha se relacionado e continuamos bebendo. Quando nos demos conta, eram 2h da manhã, estavamos bêbados e dávamos risada como quem se conhecesse há anos. Quando acabamos a última dose, ela disse que tinha que ir embora pois teria que revisar seu TCC no dia seguinte. Logo me ofereci para levá-la até a porta da casa dela que era há uns 15 minutos da faculdade. Fomos andando e quando cheguei na porta dela, pedi um copo de água pois ainda estava bêbado. Ela me disse para entrar e esperar na sala. Então veio ela com um copo de água e um shorts tipo aqueles pijama com uma blusa de manga cumprida. Era como se eu olhasse para a pessoa mais bela do mundo. Ao me despedir, ela me deu um leve abraço e me agradeceu pela conversa. Disse para eu não faltar as aulas e tentar não beber durante a semana. Quando ela foi me dar um beijo no rosto, simplesmente travamos um na frente do outro. Na hora me deu um frio na barriga pois no fundo, já sabia o que eu precisava fazer, só não sabia o que aconteceria depois. Logo coloquei a mão na cintura dela e comecei a beijar sua boca lentamente. A primeira reação dela foi um pequeno susto, mas logo ela cedeu e continuou me beijando. Nesse momento senti um tesao inexplicável, e não teve como disfarçar meu pau duro. Fiquei envergonhado, mas logo ela me beijou novamente e foi me puxando para os fundos. Quando vi estávamos no quarto dela. Tirei sua blusa e joguei ela na cama e, enquanto a beijava, minha mão já segurava seus peitos macios por cima do sutiã. Ela me disse toda tímida para eu tirar a blusa, enquanto ela tirava o sutiã. Seus peitos eram perfeitos. Encaixavam perfeitamente na minha mão sem sobrar nem faltar, do jeito que eu mais gosto. Logo comecei a beijar seu pescoço e fui descendo para seus peitos. Passei a língua no peito dela e ela já delirava de tanto tesao. Nessa hora, já estávamos excitados o bastante entao tirei seu shorts e tirei o meu também. Ela de lingerie preta deitada na cama me olhando com tesao só aumentou minha vontade. Peguei a blusa dela que estava jogada na cama e cobri seus olhos, pedindo para que confiasse em mim e apenas ficasse relaxada. Tirei sua calcinha e comecei a chupar a buceta dela. Era lisinha e estava molhadinha. Passava a língua em seu clitóris e ela dava gemidos tão excitantes que me faziam ficar louco. Após uns 15 minutos de oral nela, tirei minha cueca e passei meu pau na sua bucetinha que já estava muito molhada. Na primeira metida, ela já me chamou de cachorro. Logo saquei que ela gostava de algo mais “adulto”. Comecei a meter nela cada vez mais forte e ela não parava de pedir mais. Então resolvi colocar ela de 4. Ela empinava a bunda de um jeito tão perfeito que tornava tudo tão mais fácil. Então puxei seu cabelo enquanto metia forte. Estava com tanto tesao e metendo tão forte que ela pedia para não parar que ela ia gozar. Ela olhou levemente para trás e me disse: me bate. Aquilo só serviu para aumentar mais ainda o tesao. Dei um tapa na bunda dela enquanto meu pau ia até o fundo da buceta e as pernas dela começaram a tremer bem suavemente. Ela me falava: não para!! Eu tô gozando!! Enquanto gemia com voz de safada. Ela pediu para sentar e eu logo me deitei na cama. Ela sentou por cima virada de costas pra mim. Sua bunda era perfeita, ela sentava muito bem. Ela louquinha de tesao me pedia para eu chamar ela de minha putinha. Chegou um momento que as pernas dela bambeavam e então ela pediu: goza na minha boca. Começou a me chupar de uma forma que nunca nenhuma outra fez. Ela era uma ninfa completa. Trepava muito. Passava a língua pelo meu pau todo pedindo leite. De repente ela virou para mim e me disse: vou te dar a melhor gozada da sua vida. Então ela fez um garganta profunda e ao mesmo tempo por dentro passava o fundo da língua dela na cabeça do meu pau. Aquilo foi sensacional, nem sabia que era possível alguém fazer aquilo. Gozei muito na boca dela, e ela sempre me olhando com cara de safada. Acabamos a transa e ficamos uns 15 minutos deitados juntos, apenas olhando um para o outro com cara de satisfeito enquanto nossos corpos estavam juntinhos. Quando me dei conta era 03:30 da manhã e disse que tinha que ir embora. O sentimento que ficou aquele dia era de que eu poderia passar a eternidade com ela me olhando daquele jeito e sorrindo pra mim. Que merda, estava me apaixonando por aquela mulher sedutora. Se passaram 2 meses e desde então saímos algumas vezes mas com a correria não transamos de novo, apesar de ela sugerir de vez em quando que eu vá na casa dela. Bom, amanhã irei encontrá-la a noite após a prova do Enem na faculdade para fazermos algo. Já estou ansioso!!!

Empregada dos Sonhos

Era meu último dia na escola antes das tão sonhadas férias, o primeiro ano do ensino médio havia passado voando, aquelas férias seriam as mais especiais, pois eu passaria algumas semanas na casa da minha vó isso significava que eu poderia investir na Alexandra uma mulata baixinha, de seios avantajados, sardas na bochecha, curvas acentuadas, com um sorriso apaixonante, ela era a empregada da minha vó a anos, meu interesse por ela é antigo, bem antes dos meus primeiros sonhos molhados, ela foi uma das donas das minhas tantas homenagens diárias durante todo o ano.

Peguei a vizinha traindo e a fiz minha puta

ola,eu trabalhava como pedreiro na cidade,um certo dia fui trocado de obra e chegando no local trabalhei toda manha de tarde percebi que um carro encostou perto,fui ver era o vizinho da frente da obra chegou e desceu do carro dele a minha vizinha helena 28 anos casada,1,70 de altura bunda grand seios fartos cabelo liso cumprido. ela nao me viu entrou para dentro da casa,duas horas depois saiu quando o atxi chegou para leva la,quando ela foi entrar eu gritei ola dona helena. ela numa cara de susto soolhou baixou a cabeça e saiu,tres dias depois ela me chama na cerca e fala comigo pediu por favor implorou pra mim nao entregar ela,du quinhentos motivos para se justificar,e disse que faria qualquer coisa para mim se eu nao contasse. eu falei que a noite depois que o marido dla saisse para trabalhar era para ela pular a mureta que dividia os patio cerca de um metro e minha porta dos fundos estaria aberta era para ela entrar,e disse: -voce vai ser minha puta tambem,entendeu minha escrava. ela so disse sim senhor estarei la. depois de uma meia hora que o crno saiu ela entrou em minha casa,com um roupa provocante e disse estou aqui meu senhor olhei para ela e disse me chupa agora ela veio prontammente numa maestria e disse assim: -eu adorose puta quero ser fudida com força ela chupava lambia mordia era uma profissional,mandei que ela ficasse de quatro e disse: -vou fude seu cu vadia vou te arrombar todinha,elaenpinou mais ainda quando encostei a cabecinha no cu dela ela olhou para tras e disse: -vai safado fod sua putinha vai com força comecei a bombar naquele cuzinho gostoso ela gemia seu cu ficou arregassado de tamto mete fiquei uns vinte minutos comendo ela quando sentiu que ia goiza tirei do cu e soquei na boquinha dela e enchi ela de porra.depois mandei ela ir pelada pra casa e voltar na outra noite mas isso e outra historia

Trans foi ativa comigo

Sou casado e não estava em dos meus melhores dias passando por vários problemas até que houve um dia de discussões com minha esposa peguei o carro e sai parei em um bar tomei uma cerveja e fiz a besteira entre aspas de tomar duas doses de conhaque oque me fez ir diretamente atrás de mulheres andei muito com meu carro não achei nada até que me lembrei de um ponto de travesti confesso que sempre fui machão mais morria de tesão em ver aqueles corpo lindos quando passava e minha curiosidade em comer uma era muita passei de carro duas vezes uma loira me chamou muito atenção voltei parei em uma rua antes dei sinal com luz do carro ela desceu e perguntei valor do PG ela disse era linda mais não pude deixar de reparar aquele short minúsculo com volume de não acreditar que estaria ali dentro pois volume era enorme…disse para entra no carro me prometeu muito carinho foi conversando muito fomos no motel tivemos que aguardar ela começou a acariciar meu pau que não dava sinal de vida pqp foi me deixando bravo e ansioso ela pegou na minha mão ainda dentro do carro e colocou em suas pernas puxando pra cima de seu short eu relutei dizendo pode parar sou hétero vim aqui pra te comer.

Traição no meu Sítio

Olá tudo bem? Me Matheus, 25 anos, casado com Jéssica, 22 anos. Somos casados há pouco mais de um ano. Não temos filhos. No último mês de dezembro resolvemos sair de férias e visitarmos a Bahia.

Uma noite que nunca mais esquecerei

Olá, chamo-me Ana, tenho 29 anos, sou casada, sou morena 1,65m 64kg e considero-me uma mulher muito gostosa que deixa qualquer homem com agua na boca. E vou contar para vocês aquilo que para mim foi a melhor noite da minha vida. Tenho um marido que adora dar-me prazer e faz-me gozar muito em todas as nossas fodas. Mas como toda a mulher sabe, ás vezes por muito que se tenha a gente quer sempre mais. Em vésperas de dia dos namorados ou por outras palavras, do dia de São Valentim, eu e o meu marido conversamos em termos uma noite especial, ou seja sair um pouco da rotina e irmos para a farra para uma discoteca. lá chegou o dia 14 de Fevereiro e mal cheguei em casa do trabalho logo tratei de me pôr bonita. adoro roupas justas e saias bem curtinhas, por isso depois de um banho e de uns retoques de maquilagem, vesti-me para essa noite especial. um sotiãn que faziam meus peitos volumosos, uma calcinha fio dental minúscula que quase deixava minha vagina exposta, uma blusa branca com um