olhando pro meu pau

Comendo a sobrinha do meu padrasto

Meu nome é Saulo, tenho 26 anos e irei relatar esse conto erótico que aconteceu há 5 anos atrás.E stávamos todos envolvidos com as festas de fim de ano, quando meu padrasto nos conta que viriam alguns familiares dele, para passar a virada de ano com a gente. No dia seguinte, chegaram todos, as irmãs e os filhos dele eu já tinha visto algumas vezes, mas desta vez vieram alguns que ainda não tinha visto, inclusive a sobrinha dele, que na época tinha 28 anos, e eu 21… Ela já tinha uma filha de 7 anos e tinha acabado de se separar do marido. Num tom de brincadeira, falei com meu padrasto: Rapaz, que sobrinha, hen! Eu daria uns pegas fácil. Ele logo retrucou dizendo: Pode tirar isso de idéia, tu nunca ficaria com ela, ela curte caras bem mais velhos.

Meu irmão sabe que eu como sua mulher

Nunca imaginei que pudesse acontecer comigo. Praticamente fui o responsável pela criação do meu irmão Hugo desde seus 10 anos, dando-lhe todas as condições de se formar e ter sua própria vida. Hugo com 25 anos se casou com uma mulher de 28 (Sara)… Fui padrinho de casamento. Hugo sempre foi aquele irmão de me procurar quando tinha algum problema; fosse ele pequeno ou grande. Ao me separar da minha mulher, Hugo fez questão de sempre me convidar pra ir à sua casa pra almoçar, jantar e até fez uma festa pra comemorar meu aniversário de 54 anos… Sara me tratava muito bem, mas com certa cerimônia. Sozinho, passei a ir mais vezes pra Cabo frio onde tinha um pequeno apartamento próximo a praia do Forte; e lá, sempre arrumava uma companhia feminina. Chegava o final de ano, minha intenção era ir pra Cabo Frio logo após as festas do Natal quando Hugo me pediu o apartamento emprestado pra levar sua esposa que fazia anos

Meu namorado deixou eu dei gostoso

Era uma sexta feira a tarde quando eu estava chegando da academia e o encontrei no portão falando com meu namorado, eles avião chegado do jogo de futebol, ele é um homem alto, loiro, de corpo sarado e bronzeado.

Meu médico, enfim, me pegou gostoso

Dr. Marcos, médico ginecologista, 40 anos de idade, é amigo do meu marido, desde tempos de solteiros.

Estuprada por seis e meu marido ainda comeu meu cuzinho

Depois de ser estuprada pelo caminhoneiro e por 2 no posto, meu relacionamento com meu companheiro melhorou bastante, embora de mudar o resto daquelas férias toda esfolada e aproximadamente sem quantidade abancar direito, a anotação daquela curra ficou abalizada. fiquei com a imaginação de fazer sexo no meio do bosque, no meio de uma campo e como a município da minha família encontra-se no interior, qdo passamos para aparecer minha mãe, pedi para o meu companheiro me alimentar-se numa das plantações da região; o ameaça de sermos pegos mais atiçou o nosso atração falei que se fosse necessário eu daria um modo em quem nos flagrasse; no sábado no final da tarde saímos rodando pela região a fim de obter um local apropriado. numa estradinha viscinal deserta paramos e entramos no meio da campo, chegando até uma arribana abandonada. entramos , beijei meu companheiro e sem despossar tempo ajoelhei cai de boca no seu cacete. fiquei de quantro, ele enfiou a vara na minha boceta e foi enterrando e eu gemendo. após uns 15 minutos gozamos acompanhados. eu peguei o cacete dele e chupando no momento em que ouvi vozes do lado de fora chegando em nossa direção, mal tive tempo de levar o cacete da boca e alguns peões haviam entrado; eles se entreolharam e sorrindo vieram em nossa direção. agarraram meu companheiro e o amarraram. eles me agarraram,fiquei assustada, e um deles que aparecia por tras segurou-me pelas ancas e começou a enfiar seu cacete em minha boceta, gemi com a agudeza, eu com ciúme tentei me abjugar, porém comvários braços fortes segurando, não consegui nem sequer me mexer. me colocaram de quatro e enquanto um enfiava na boceta, socando, colocaram varias rolas no meu anverso para chupar ao inclusive tempo. sem ter como comportar-se acabei me entregando aos peões. de acordo com iam gozando, davam lugar para outro me foder a boceta, chupava 2 caralhos ao inclusive tempo, 2 me chupavam os seios. os peões gozaram na minha boca, no meu anverso, nos meus seios, melaram o meu cabelo. bombando suas varas na buceta que pingava de amalucado porra. eu a esta altura sentia a boceta amortecida de tanto provocar vara, todos os seis já tinham enfiado na minha boceta e gozado.aparecia exausta de tanto provocar vara na boceta, porém nenhum dos peões ao menos enfiou um aptidão no meu cuzinho. eu comecei a chupar o pau do meu companheiro que também aparecia acorrentado e qdo. ficou difícil,pedi para eles dessamararem para ele associar da afago, mandei que ele chupasse meu cu, e eles ficarm apenas olhando ele enfiar a dialeto no meu cuzinho, qdo já aparecia lubrificado fiquei de quatro e meu companheiro comeu bom meu cu na frente deles. pedi para chupar o que tinha o pau maior enquanto meu companheiro fodia meu cuzinho. ele me ofereceu o caralho abocanhei seu pau que logo ficou difícil, montei nele e sentei na sua pica que atolou a minha boceta, mandei meu companheiro colocaria em meu cuzinho de novo, minha boceta entupida por um grande e abundante cacete, meu cuzinho com o cacete do meu companheiro, que não é acanhado, era a minha primeira dupla agudeza e pedi para todos os mais peões fazerem ala que eu iria chupá-los todos e qdo ficassem duros queria que comessem meu cuzinho. eles riam e acho que de modo algum pensaram em alimentar-se um cuzinho de uma mulher casada na frente do companheiro. meu companheiro enfiava até o cana no cuzinho enquanto o cacete amplo do peão tocava fundo no meu útero, eu aproximadamente desfaleci de tanto achincalhar. era uma percepção linda 2 cacetes imensos dentro do cu e da boceta ao inclusive tempo, eupensava, como aparecia aguentando tudo, eles ficaram admirando a nossa foda até os 3 gozarmos, meu companheiro tirou do meu cu e o primeiro da ala atolou seu cacete no meu cu sem benevolência, arrancando um urro de dor; ele socava, bombava, me agarrando pela cerca, com pela certa violência e acelerado gozou. outro de imediato começou a pincelar a cabeça do pau no meu cuzinho, enfiando lentamente, até abandonar o saco na minha bundinha. todos se revezaram no meu cu enquanto o pauzão ficava na boceta, fiz dupla-pentração com todos eles; qdo todos já tinham gozado no meu cuzinho o que aparecia por baixo se levantou e de pau difícil e foi para cima do meu bunda falando que agora era a sua vez de alimentar-se meu cuzinho. me virei acelerado e falei que não, que o pau dele era bastante grande e abundante e ia me abater, que de modo algum tinha dado o cuzinho para um cacete daquele dimensão. ele resmngou, pediu implorou e eu resoluta falei não categoricamente, foi no momento em que ele aproximadamente chorando, resmungou que de modo algum tinha carcomido o cu de uma mulher, que todas tinham ciúme pelo dimensão, que apenas tinha carcomido bunda de bruaca no pasto e éguas da bens; fiquei sem atuação na frente daquele homem achavascado, com um caralho amplo e difícil choramingando como criança na minha frente, arrumei um cantiga melhor e me ajeitei de quatro e abrindo as nadegas falei para ele que podia colocar, ele sorrindo que nem sequer criança colocou a cabeçona no meu cuzinho e começoua desbaratar a chegada, doia, porém não entrava de tão abundante, aljôfar escorriam pelo meu anverso, a dor era imensa e mal a cabeça tinha chegada no meu cu, ele segurou forte as minhas ancas e atolou seu cacete inteiro de um apenas vez no meu cu, dilacerando meu bunda,de amalucado dor fiquei com as pernas bamabas e aproximadamente desfaleci, gemendo baixinho, enquanto ele sem se acarretar socava e bombava alucinadamente me arrebentando por dentro, sentia seu caralho amplo me acometer inteira no cu e agitar lá dentro, latejando. ele socou de todas as formas no meu cuzinho e eu aparecia ficando até sem respirar de amalucado dor no cu, no momento em que ele gouzou escandalosamente caindo desfalecido ao lado, tambem cai e fiquei com a assento escancarada para cima, nessa coisa os mais peões vieram olhar o agravo no meu bunda, que aparecia com um aberta agigantado e sangue escorrendo por entre as pernas. eles pegarma um balde e me lavaram lentamente limpando toda a porra que aparecia escorrida. depois de me restabelecer montei em uma pica e comecei a cavalgar, outro veio por após e tirou alusão de m epenetrar, comecei a exsudar frio e gemer alto, ele aparecia enfiando se cacete na minha bocetajunto com o outro, doia e eu revirava os olhos, e ele forçando, no momento em que dei por mim os 2 caralhos estavam atolados na minha boceta ao inclusive tempo, eu com muita dor, respirando com dificuldade, enquanto eles socavam os 2 caralhos na minha boceta. eles gozaram inundando minha boceta. exausta, já não aguentando mais, pedi aos peões que parassem de me foder. eles se vestiram e foram ainda que. me lavei como pude, pegamos o automóvel e fomos direto para a casa de minha mãe, deitei-me e apenas levantei no dia posterior por volta de 14:00hs, toda esfolada e dolorida, tanto no cu como na boceta, fiquei sem fazer sexo com meu companheiro por aproximadamente uma semana

Amigo do meu filho

Meu nome é Amanda (fictício), tenho 42 e sou viúva a 5 anos, tenho um filho de 17 é uma filha de 15!

Estupro na casa de campo

Olá, meu nome é Ana. Tenho 25 anos.

Dando meu cuzinho pro meu namorado

Me chamo I e meu namorado W somos jovens e adoramos sexo namoramos há quase um ano, tenho 23 anos e ele 24, sou loira, pele clara, tenho 1,70, e ele moreno claro, forte um corpo delicioso e muito gostoso! Sentimos muito tesão um pelo outro e quando estamos juntos é praticamente impossível nos mantermos longe um do outro, sem imaginar alguma putaria ou fantasia pra realizar na cama! Me senti atraída pelo W desde o momento em que o vi pela primeira vez, nossa química já era muito forte só pelo olhar! Vou contar a vocês a primeira vez que resolvi dar meu cuzinho a ele! Estávamos sem fazer nada no feriado em casa, então resolvemos reservar um quarto de hotel para passarmos a noite e lá relaxar, transar, relaxar e transar de novo como sempre fazemos! Havia reservado esse quarto de hotel,muito bonito por sinal!

Transei com meu melhor amigo

Boa noite galera, tranquilo? Para minha primeira história irei contar a primeira vez que transei com meu melhor amigo

Sacanagem com o Meu Vizinho

Estava de férias e acordei cedo. Resolvi dar uma corrida. Botei um micro short e um top. Peguei o elevador. E quando estava no quinto andar o elevador parou. E entrou o homem mais lindo que eu já vi. Ele estava de terno e com uma pasta na mão, e celular na orelha. Ele nem notou minha presença no elevador. Quando o elevador parou eu fui sair e ele deu um esbarrão em mim e eu cai de quatro no chão. Já senti duas mãos fortes e ágeis segurando a minha cintura…

Dupla Penetração com meu marido e amigo

Esse caso começou num domingo pela manhã quando eu e meu marido estávamos nos

O cara da assistência me comeu gostoso

Então, a pouco tempo minha internet começou a dar problema e eu solicitei a visita de um técnico pra resolver.

Fui arrombada pelos amigos do meu pai

Meu nome é Karla, mas todo mundo me chama de Karlinha. Tenho 19 anos, comecei minha vida sexual cedo e sempre fui bastante curiosa sobre sexo, tanto que quando eu era guria eu assistia filmes pornô escondidinha e depois começava a me tocar, foi assim que descobri o que era siririca.

O sobrinho fodendo meu cuzinho guloso

Essa é a história de quando masturbei o sobrinho e não satisfeita dei o cuzinho e bem dado ao sobrinho e a “punição” do meu amado marido que revelou na cama saber de tudo, ele enfiou com força no meu ânus enquanto eu masturbava. (detalhe esse, que não será explicando quando ele de fato entrar na história)… Olá a todos eu sou a Maísa e tenho 27 anos e eu não tinha ideia que ia ser vagaba quando recebi o sobrinho ao lado do meu amando marido e ele ia passar um ano a título de estudos e nos primeiros meses tudo correu normal e ele nunca me desrespeitou, porém havia uma particularidade que acontecia sempre.

Transei com meu professor de cursinho

Depois de ler muitos contos resolvi dividir uma experiencia que aconteceu comigo quando ainda tinha 17 anos (atualmente tenho 20), sempre me cuidei na academia, sou bem magrinha, mas com uma bunda redondinha e dura, alta, morena, cabelo bem comprido. Na época fazia cursinho para medicina, e namorava, mas como ele morava em outra cidade e nos víamos só nos finais de semana, passava a semana toda com muita vontade de transar. Tinha um professor de biologia, na casa dos 50, era médico, e se mostrava ser muito tarado pelas alunas durante as aulas, e isso mexia comigo, sempre tive curiosidade em saber como era transar com outros homens, e com homens mais velhos, pois até então a unica pessoa que tinha transado, era meu namorado. Como ele era medico, acabava “atendendo” todos os alunos que precisavam alguma coisa ou outra. Na metade do ano coloquei silicone em uma cidade

Minha mulher deu pro motorista

Meu nome é marcos. sou casado a 5 anos com sara, uma morena clara de 1,63m de altura, 55 kg e muito gostosa. ela estuda a tarde, como uso nosso único carro para ir ao trabalho, fizemos um acordo com um conhecido nosso, o júlio, para que ele quando voltasse do trabalho trouxesse minha morena da universidade, que fica perto do trabalho de nosso conhecido. eu nunca tive muitos ciumes de minha mulher. so que depois de certo tempo de casados ela passou a mostrar um certo desinteresse pelo sexo comigo. fiquei um pouco desconfiado e comecei a fazer peguntas. fiquei desconfiado da minha mulherzinha. passei a fazer perguntas a ela quando estávamos na cama. estranhamente, comecei a desejar está sendo realmente chifrado. ela deve ter percebido meu interesse em ser corno, e cada vez mais ia se soltando.

O estagiário e a professora do laboratório de química

Prazer me chamo Estevão, 23 anos, moreno alto…olhos castanhos, corpo presença. Novo na cidade, primeira semana na Universidade, cursando licenciatura em Química. Me apresentei a turma de 45 alunos, entre elas garotas bonitas, professores bons e PÉSSIMOS.

Outro pau na boca gulosa da minha namorada

Esse conto sensual é uma fantasia que acho excitante, mas que nunca cheguei a realizar. Lá vai: Durante certo tempo cultivei a fantasia de ver minha namorada com outro. Nunca tive coragem de insinuar algo do tipo, mas conforme o nosso namoro se tornava mais sólido, adquiri confiança para sugerir uma visita a uma casa de swing. Ela a princípio relutou um pouco, mas acabou concordando, com a intenção inicial de apenas olharmos. Marcamos um dia e finalmente fomos. Carolina, minha namorada, tem 24 anos, é morena de olhos claros. Ela foi com um vestido leve, calcinha e sutiã pretos. Estava queimadinha de sol, o que eu adoro, pois ela fica um tesão assim. Chegando lá, ficamos um tanto tímidos, pois era a

Massagem erotica do meu primo gostoso

Eu estava sozinha em casa, meu irmao tinha ido para o curso, meus pais trabalhar e minha irmãzinha estava na escola. Meu primo tinha acabado de chegar, levei ele p sala e disse que ele poderia ficar a vontade que eu iria tomar banho e ficaria no segundo andar da casa. Tomei banho, coloquei meu roupão, sai do banheiro e fui pro meu quarto e comecei a passar creme e massageando minhas pernas. Estava tão distraída com isso que não notei meu primo entrando no quarto e levei um susto quando ele pegou na minha bunda. Ele me virou de frente p ele e perguntou se poderia passar o creme nas partes que eu ainda não havia passado, eu aceitei, afinal era meu primo apenas, que mal poderia ocorrer né?

O irmão do meu amigo

Me chamo Flávio, tenho 35 anos e o que narro agora aconteceu em 2003. Na época eu tinha 19 anos. Esta estória aconteceu comigo, foi um dos dias mais marcantes da minha vida. Me lembro como se fosse ontem.

Se meu marido soubesse disso

Sei que sou bonita e que chamo muito a atenção dos homens, ainda mais que adoro exibir meu corpinho em roupas curtas e justinhas. Meu marido morre de ciumes, mas já disse a ele que não abro mão de me vestir como gosto. Vivo recebendo cantadas, inclusive de amigos do meu marido, mas nunca tinha caido em tentação, apesar de meu marido não me satisfazer sexualmente, por causa dos filhos e também por que casei virgem… Mas tudo aconteceu num

Chupei o pau de 22cm do uber

Sou fisioterapeuta e todos os dias levanto bem cedo enquanto meu marido ainda dorme pq pega no serviço bem mais tarde que eu. Hoje em especial, levantei mais cedo ainda do que de costume pq tinha uma cliente granfina no outro bairro.

Chupando o amigo roludo do meu sobrinho

Olá tudo bem? vou começar o meu delicioso conto erótico espero que gostem, Tenho 33 anos, e meu sobrinho 25 e esse seu amigo por volta de 30 anos. Sempre fui muito próximo aos meus sobrinhos, e esse quando criança até fazia muita pipa para ele soltar, nunca queria fazer e hoje sei que era preguiça, mas ele sempre foi muito carinhoso comigo. Esse meu sobrinho é bem macho, pega geral no bairro e entorno e tem um big kcte. Esse seu amigo é conhecido por negão, e é muito brincalhão, cara de safado e pegador. Negão é um cara bem normal, porém uma rola bem grossa e ótima de chupar, e esta sempre na casa da minha irmã, porém nunca passou pela minha cabeça que algo poderia acontecer, até mesmo porque não me sentia atraído por ele e não gosto de fazer esse tipo de coisa em família. Um dia meu sobrinho estava só em casa e resolveu fazer um churrasco e chamou uns amigos e a mim e lá fomos. Rolou tudo normal, uma amiga fez o arroz e feijão e dividimos cerveja. E estava quente e então fomos tomar banho de piscina e MUITA cerveja, e eu fiquei bem passado. Fui então ao banheiro para me trocar e aproveitei para tomar um banho e foi quando o negão bate na

Eu e meu marido

Olá bom dia meu nome é Rhoberta ,tenho 28 anos morena clara ,cabelos longos, e louca por sexo que não é nenhuma novidade né.