incesto oriental

Eu amo pica

Olá sou homem casado com filhos e venho aqui postar minhas experiências sinceras bissexuais.

Acho que o filho da vizinha é meu

Karen e o marido tornaram-se meus vizinhos há cerca de quatro anos. Já estavam casados há outro tanto e ainda não tinham filhos.

Transando com a putinha que trabalha no shopping

Hj eu estava escrevendo sobre a professora , recebi uma mensagem da menina que trabalha no shopping , ela estava de folga e me chamou para almoçar com ela , terminei , fiz umas coisas em casa e parti pra casa dela , ela é uma mulher gostosa , chegando lá o almoço estava quase pronto então ficamos papeando e ela terminando o rango , bem almoçamos e ficamos papeando , ela contando da viagem de 15 dias que fez para o sul , eu lá só ouvindo , mas eu estava meio com sono foi então que a esperta falou vc esta com sono deita um pouco , confesso que eu queria ir embora , sai fui até o portão e fiquei encostado na grade tinha dois caras trabalhando em frente já plantaram o olho nela , ela tem uma bunda gostosa , mas eu sinceridade queria ir embora mas abracei ela coloquei a mão na bunda dela por dentro da calça senti a porra do fio dental enterrado no rabinho , caralho o cacete endureceu , imaginei porque não comer , então agarrei ela por trás e ela falou para os homens estão vendo e eu com o cacete colado entre as duas mortadelinhas, os caras de olho mas tinha um senhor ele acho que estava doido pra vir lá e falar deixa eu fuder ela , só de ver o olhar dele , mas fui pra dentro com ela e desci a calça dela até os joelhos e beijei a bunda dei dois tapinhas , ela saiu com as calças abaixada fechou a porta e a janela eu tratei de tirar toda calça e deixar ela de fiozinho , tirei a blusa dela um frio da porra , ela entrou embaixo do edredon e eu já arranquei minha roupa toda e entrei também , beijei a boca dela passei a mão na bucetinha lisinha , tirei o sutien e a calcinha dela e beijava ela e passei o dedo no grelinho o bichinho estava durinho , ela foi me beijando da boca ao pescoço,peito ,barriga e chegou no meu cacete , colocou spó a cabeça na boca e sugou , caralho é foda sugar só a cabeça da um tesão , depois desceu nas bolas sugou as duas que a esquerda doeu , lambeu meu saco e subiu lambendo a vara eu mamei os peitos dela ,nem deu tempo ela deitou e pediu me come logo , então eu subi nela e fui enfiando naquela buceta apertadinha mas ela pegava minha mão e colocava no grelinho eu sentia ele durinho , até a safada gozar , mas ela virou e falou me pega por trás eu subi na bunda dela e enfiei o cacete na buceta e ela fazia um movimento empinando a bunda e pedindo pra mim gozar mas antes que eu goze ela me fala tesão do caralho vou gozar denovo , não aguentei e gozei na hora nossa as porras se encontraram , porra eu nem queria meter , mas tive que comer ela.

No carro também se fode com carinho

Conheci Simone na faculdade. Sou muito tímido e carinhoso, e talvez por isso atraia amizades de muitas mulheres. Simone foi uma delas. Com o tempo a intimidade foi crescendo, vivíamos agarrados um no outro. Eu por ter namorada e pela minha natural timidez, tinha minha atração pela Simone, mas jamais me insinuaria. Simone era linda. Tinha um sorriso que me deixava bobo. Tinha aquele jeitinho de “menina pra casar” que dificultava mais ainda o “acesso” à ela. Tudo começou a mudar quando estava meio desanimado e chamei-a pra tomar um chopp comigo na praia. Saimos da faculdade já meio tarde, umas 22:00h no Rio de Janeiro as praias são bem fresquinhas à noite, chega a fazer frio. Uma certa hora, a temperatura caiu bastante e ela ficou agarradinha comigo… pintou um clima na hora, troca de olhares fundos… foi irresistível um primeiro beijo. Beijo é a coisa que mais me excita quando se “encaixa” no meu… fiquei elétrico. Percebi que a excitação da Simone estava visível e os beijos já não cabiam mais nas bocas… estavam nas orelhas, pescoços. Paguei a conta sem conseguir esconder a vontade de arrastar ela dalí. Entramos no carro e paramos na “reserva”, local onde as pessoas param pra namorar mesmo. Estacionei o carro e imediatamente puxei Simone, alcançando sua boca. Nossas mãos apertavam o corpo um do outro, dizendo o quanto estávamos loucos. Coloquei a mão na parte interna de sua coxa e vi seus olhos fecharem e sua cabeça se levantar como que dizendo que estava entregue, sem reação. Fui acariciando muito de leve suas coxas, chegando o mais perto que podia de sua buceta e voltava. Ela enlouquecia… arqueava o corpo na tentativa de se esfregar na minha mão, que chegava a sentir o calor, de tão próximo e se afastava. A tortura era tão grande pra mim quanto pra ela, e espertamente ela disse ao meu ouvido: – Se encostar sua mão em mim agora eu acho que gozo…

Minha primeira vez aos 30 anos

Sou branco, 1.75, cabelos curtos castanho. Na época estava casado ainda. Sempre tive tesão em brincar com meu cuzinho mas até aquele tempo nunca fiz nada além disso. Teclando na Internet, conheci um cara da minha idade e trocamos e-mails por uns dois meses. Era janeiro. Estava sozinho em casa pois minha esposa estava com os filhos na praia, e resolvemos nos conhecer pessoalmente. Peguei ele numa estação de metro e fomos conversando até entrar num drive-in. Começamos a conversar sobre sexo e o tesão falou mais alto. Cai de boca no se pau, que era lindo e cheiroso, e chupei bastante.

Cdzinha raquel

Uma vez num ano em que eu estava de férias na escola tive o convite de uma tia,de estar uns dias em casa dela mas também devido ao seu trabalho e do marido dela,eu ficar a substitui-los nuns afazeres:levar bebida e fazer comida a um senhor que ia arranjar e trabalhar numa quinta deles.Ora eu sou moreninho de olhos esticados como os indios do brasil e tinha um cabelo muito longo e encaracolado,meio ondulado e acho que uma carinha de menina(uma vez assobiaram-me e diziam “coisas” quando andei junto a uma obra,tava a ir à escola e baixei a cabeça,tinha entendido que eu aos olhos deles era uma mulher e tive vergonha e medo!!!Mas naquelas férias tinha de muito cedo tar lá ou então até dormir lá.O homem começava cedo mesmo,às 6 da manhã tava lá e eu fazia-lhe café.Mas com aquela coisa de curiosidade e idade nova às

Minha festa de casamento

Oi amigos, eu fiz aniversário de casamento, nesse final de semana que passou e estávamos meio fora de sintonia, meu Thiago sofreu um acidente de moto e se ralou e está todo enfaixado, tadinho.

Arrombando o cuzinho da cunhada

Olá Sras. e Srs, tudo bem com vocês? Primeiramente, gostaria de agradecer a quantidade e-mail enviadas por leitores elogiando meus contos, fazendo perguntas ou até mesmo enviando fotos de suas aventuras (não publicarei os nomes aqui por respeitar o pedido de sigilo). Muito obrigado! Conforme pedido, segue mais uma historinha vivida com a minha ex-cunhada, com quem curti muitos bons momentos. Sou um cara que adora ver filmes e videos pornôs e muita coisa que vejo ali, procuro fazer com minhas parceiras. Certa vez, vi um video que me deixou maluco…rs. Pra variar, a historinha não fazia sentido nenhum, aliás, pra que historinha, não é? Duas amigas estavam sentadas em uma banqueta, na frente de um bar, uma delas com uma saia tao curta que sua bunda ficava a mostra! Um cara estava observando ao longe a conversa e

Empregada do amigo hétero

Moro numa cidade diferente do meu amigo e nas férias fui na casa dele, lá tem piscina parque etc, então fui dormir lá,o pai dele estava trabalhando o irmão não morava lá e a amiga da mãe dele tava doente então ficou só agente lá,de noite fomos na cozinha e tinha alguns pratos sujos e ele reclamou e eu disse porquê você não lava então aí ele disse você vai dormir na minha casa então voce deveria lavar, então eu disse me paga wue eu lavo ele pensou um pouco e falou 10 rê tá bom? E eu pensei 10 reais pra lavar alguns pratos então aceitei quando tava terminando de lavar ele colo vou um copo com gelo na minha mão direita depois na esquerda e não tinha como eu tirar porque qualquer movimento eu poderia derrubar tudo e sujar tudo ele abaixou minha bermuda e pegou um pepino não tão grosso e ficou alisando sobre minha cueca e eu levei na brincadeira e tava tentando não derrubar o copo mas aí ele pegou o pepino e enfio metade no meu cuzinho sem querer

Adoro andar sem calcinha

Eu me chamo Cris anos casada. O fato de ser casada não me impede de escrever este fato aqui, mesmo pq eu adoro ler as coisas que o povo contam!!então eu vou contar pq eu adoro andar sem calcinha!!!Bom, e o seguinte!! desde pequeninha eu ja sabia que andar sem calcinha era muito perigoso!! dizia a minha mãe e eu perguntei pq era perigoso!!!ela dizia , e pq se algum homem ver uma menina sem calcinha ele pode pegar e fazer mal!!eu perguntei que mal os homens poderia fazer!! ai ela comecou a me explicar!! sabe filha!! se um homen ver vc sem calcinha ele vai querer mexer na sua xotinha e depois ele vai quere enfiar o pinto na xotinha!! e por isso que e perigoso!!acabei intendendo, mas não deixava de andar sem calcinha em casa e a minha mãe só me proibia quando íamos sair de casa!!mesmo pq moravamos em uma

A princesa dos cabelos longos

Olha essa eu tinha que relatar, anos 90 , época muito boa em minha vida um tempo de muitas conquistas, assim como minha independência financeira, tudo fluiu muito bem inclusive com as mulheres. Depois de um certo jejum , que foi uma época de vacas magras, não pegava nem resfriado, as gatinhas me olhavam e já corriam, então desencanei e dediquei meu tempo a outras conquistas… Mais quando comprei meu carango as coisas mudaram.

Esposa com Cara de Anjo

Olá caros leitores, o que venho contar é verídico Meu nome é Fernando e sou casado há 5 anos com Ângela uma mulher normal, ela é gordinha mais uma gordinha pra ninguém por defeito, ela é muito linda com coxas bem grossas uma bunda bem farta seios medianos, nesse período de 5 anos juntos como todo casal tivemos nossos altos e baixos mais vivemos bem, minha esposa tem mais duas filhas de outro relacionamento e uma nossa, ela trabalha em uma empresa como auditora e eu trabalho a noite nossa vida sexual não andava muito boa ai tentava a todo custo melhorar essa situação, e comecei a falar com minha esposa sobre o assunto, ela falava que estava trabalhando muito e andava muito estressada

Gozei sendo encoxada no metrô

Olá a todos, meu nome é Nana, tenho 19 anos e ontem aconteceu uma coisa tão deliciosa, tão tesão comigo que tive que compartilhar. Tenho um corpo cheio de curvas, mas meu forte mesmo são os seios, que são grandes e bem empinadinhos, que eu sempre realço com algum tipo de decote, mesmo no frio. Cintura fina, bumbum médio e coxas grossas, cabelo castanho ondulado e que sempre desce solto pelas minhas costas, essa é a melhor descrição de mim mesma. Bom, lá estava eu ás 06:00 da manhã em um vagão de metrô lotado da linha vermelha aqui de São Paulo (quem pega metrô todo dia sabe exatamente do que eu estou falando…). Estava toda espremida em uma pilastra e ouvindo música distraída, ainda faltava 7 estações pra eu descer então fechei os olhos e comecei a relaxar, sentindo uma sensação familiar atrás de mim… Abri os olhos e percebi que tinha um cara de pau duro bem no meio da minha bunda. No começo fiquei meio cismada, mas não tinha pra onde ir por que tava lotado demais, mas depois eu fui ficando com mais e mais tesão. Não dava pra ver o rosto do cara, nada, só sentia aquele mastro que parecia ser gigante pressionando minha bunda, que delícia!! Minha bucetinha começou a tremer e fiquei molhadinha, mas ainda permaneci lá, parada, deixando o tarado se aproveitar do vai-e-vem do metrô, agora ele esfregava mais forte e dava pra sentir claramente o contorno daquele pau gostoso bem no meio da minha calça legging, não aguentei e comecei a rebolar devagarzinho, só pra ver a reação do cara. Ele começou a contrair seu membro e ele foi crescendo, crescendo contra a minha bundinha. Que sensação maravilhosa, eu queria gemer de prazer mas tinha medo de alguém ver ou ouvir, mas naquela hora todo mundo cochilava sentado em seus lugares então resolvi ser mais ousada e comecei a rebolar pra valer, como se aquele cacete estivesse realmente todo atolado em mim. O cara não se aguentou e encostou a boca na minha orelha, eu senti o ar quente da sua voz e ele já rouco falou algo do tipo “essa sua bundinha tá me deixando louco gata”, aí é que eu me descontrolei mais, parecia uma vadia querendo ser bolinada e abusada por um desconhecido no metrô. Tateei com as mãos atrás de mim e peguei o que eu supus ser a mão dele, e guiei na direçao da minha buceta. Ele começou a alisar ela bem devagarzinho, eu arfava de tesão enquanto ele aumentava a pressão dos dedos e ao mesmo tempo simulava uma estocada forte na minha bunda. E já tava ficando louca, foi então que olhei pros lados, vi que ninguém tava olhando e enfiei a mão dele por dentro da minha calcinha, com a minha bolsa na frente ninguém viu nada. Ele ficou esfregando meu clitóris todo babado com tanta vontade, tanta força e tão rápido, que eu senti que ia gozar em poucos segundos. Ai que delícia, eu tava adorando tudo aquilo, ser a putinha de um tarado do metrô… e seu pau só ia crescendo e ficando duro atrás de mim, que gostoso meu Deus, parecia que ele a gozar a qualquer minuto, senti que seus dedos iam mais fundo, quase me penetrando, foi aí que não aguentei e gozei ali mesmo, molinha naqueles 3 dedos giratórios e deliciosos, e espremi minha bunda ainda mais contra ele, sentindo que ele tava gozando também, pq gemeu no meu ouvido. Depois, ele tirou a mão, deu mais duas ou três esfregadas na minha bunda e saiu de trás de mim. Ainda me virei pra ver se via pelo menos o rosto do cara que me fodeu em pleno Metrô, ams não dava pra saber pq tinha uma multidão descendo na Sé. Eu fiquei lá, recuperando o fôlego,e até perdi uma estação. Que delícia de experiência, hoje em dia mal vejo um ônibus, metrô e etc lotado que já vou me posicionando de modo a receber alguma encoxada gostosa. Homens, encoxem as mulheres, todas elas! elas adoram isso, é muito bom, embora algumas pareçam bravas no fundo toda fêmea tem o fetiche de se sentir tão desejada a ponto de ser abusada e bolinada em público, ainda mais com um cacete duro bem no meio da bunda. Eu gozei sim, gozei gostosoooo e com um desconhecido ainda! Muito tesão! Comentem se gostaram, beijos molhados em tds vocês!

Comendo gostoso o amigo da minha mãe

Estava eu no meu quarto, deitado a ouvir música, acabara de tocar uma punheta imaginando que comia o Nando, quando a campainha tocou. Era ele, o Nando, aquele com quem eu sonhava, o que passava por mim na escola e fingia não me conhecer, que me desprezava por completo na rua. Mesmo assim esperei ansiosamente que ele aparecesse, abri-lhe a porta, sorriu-me com o seu olhar tímido, deixei-o entrar, coloquei-lhe um braço por cima dos ombros, beijei-lhe a face e conduzi-o pelo corredor até ao meu quarto.

Fim de semana na praia

Olá me chamo Laura, tenho 20 anos. 1,64.peso 65 kilos.

Sexo entre a Patroa e a Diarista

Fui pra uma entrevista de emprego para trabalhar em uma casa como diarista. Logo consegui o Job e comecei na mesma semana. Tudo ia certo até que um certo dia a minha patroa me surpreendeu.

Uma mulher normal arriscando-se por um momento de prazer

Tudo aconteceu no Carnaval de 2020. Passei o feriadão num hotel fazenda em Guarapari-ES. O local estava bem cheio com vários casais com criança, um ambiente muito bom e divertido. O hotel tem uma boa área de lazer e várias piscinas.

Saindo com o professor da academia

Olá leitores confesso que no meu primeiro conto tive receio de escrever é mais ainda de publicar; no primeiro conto eu tinha saído com o gerente da agência no banco em qual trabalho mas agora foi com o instrutor da academia! O primeiro conto foi verídico é esse segundo também…vamos lá vou contar! Estou malhando tem mais ou menos 6 meses após um período em que fiquei relaxada em relação a alimentação e atividade física! No meu primeiro dia o Lucas fez questão de me dar total atenção por ser uma novata, um profissional exemplar e muito respeitoso. Ele é moreno alto e copo bem definido. Logo o mesmo explicou tudo o que eu precisava fazer naquele dia e já informou as atividades a serem feitas naquela semana! Eu fui malhar de calça colada aquelas próprias pra academia e uma blusinha até o umbigo; a academia fica uns 20 minutos da minha residência de carro; como malho a noite vou no carro do esposo! Sempre percebi os olhos de Lucas pra meu corpo, certa vez no agaixamento ele precisou me ajudar e sem eu perceber quando abaixei minha bunda colou nele na subida e descida mas imediatamente ele pediu desculpas e eu disse pra relaxar porque era inevitável não ter aquele contato no exercício; isso foi umas 5 vezes na mesma seção; confesso que adorei não vou mentir; passaram alguns dias eu estava saindo pra casa e o Lucas estava no ponto de ônibus e estava chovendo; logo baixei o vidro e mandei ele entrar! Ele assim que entrou peguei uma toalha e entreguei a ele e o mesmo levantou a blusa pra secar o

Comendo a faxineira safada

Meu pai sempre dizia, “onde se ganha o pão não se come a carne”, mas essa máxima tem suas limitações, principalmente quando a carne tem 1. 70 de altura é uma delícia.

Namorado da minha amiga

Fui passar o carnaval na cidade de uma amiga, ela havia me convidado para ir pra casa dela para curtirmos o aniversario da sua mãe as festas de interior duram geralmente o dia e a noite. Quando cheguei la ela estava namorando. fiquei um pouco chateada pois tinhamos combinado de nos divertir sozinhas.

O pai do meu amigo me comeu

Moro em BH, os 18 anos frequentava a casa do Jr, amigo meu cuja família era do R G do sul. Seu pai Heitor (nome fictício) 47 anos, era um homem claro, alto, alguns pelos no peito, bigode, olhos cor de mel, traços de italiano; Parecido com o ator pornô Steve Drake.

Chupando meu primo enquanto ele dormia

Essa história é 100% verídica.

Delícia de Cunhada Casada

Olá… avisei a ela que iria enviar este relato e ela adorou… Sou Loiro de Olhos azuis…Alto…em forma apesar dos 39 anos…… bem dotado…Mas vamos aos fatos..Tenho uma Cunhada Baixinha… super gata… uns 35 anos… dois filhos…. super gostosa.. e que já abalava minha cabeça com fantasias…Um dia porem, estava na estrada quando recebi uma ligaçao dela querendo saber se eu estava chateado no aniversário na casa do filho dela. Achei estranho e falei que não que estava tudo bem.. e ela me perguntou se poderia fazer algo. Imediatamente respondi que sim.. que ela poderia se desculpar não sei pelo que..rs com um beijo na boca bem gostoso. A partir daí começamos a nos falar pelo fone, e-mail… e as

Traí meu marido com um colega de trabalho

Depois de ler tantos contos e me deliciar, resolvi compartilhar também a minha história. Me chamo Amanda, sou professora de educação infantil em uma escola grande da minha cidade, trabalho com mulheres e apenas UM homem. Ele é professor de música da escola, um trintão bem inteiro, mãos grandes, barba e corpo bonito… Comecei a me interessar por ele, após ouvir boatos de que ele esteve envolvido com outras professoras e logo pensei: “Esse cara deve ter um pau de ouro!” Como toda mulher, fiquei curiosa para experimentar, mas como ele sabia que eu era casada, tinha que ser bem discreta.

Jonny e seu Harém

Essa é uma pequena história de muitas que poderiam ser contadas, mas basta dizer que meu amigo Jonny, é o verdadeiro cara. Ele tem por volta de uns 51 anos, e está em plena forma !