contos gays ultimos

Quatro roludos me comeram gostoso

Sou Mary tinha 27 anos e sou ninfomaníaca. Vem sendo muito difícil conter meu tesão, então liguei pra uns amigos que compartilham desse mesmo desejo. Liguei primeiramente pro Lucas, meu colega de trabalho, depois pro Jack, e pro Pedro… Marcamos la na minha casa as 18 hrs. Quando os meninos chegaram tocaram a companhia, eu já cheia de tesão, abrir a porta e percebi que haviam chamado mais um amiguinho pra festa. Recebi todos com um beijo, senti o cacete duro do Pedro forçando a calça quando ele me abraçou. Ficaram sentados no sofá, peguei uns vinhos e taças. Depois de algumas taças eu e eles já estavam loucos de tesão, então Lucas me pegou de um jeito gostoso, tirou minha blusa, meu shortinho, Jack tirou minha calcinha ao mesmo tempo que ia beijando minha vagina. Jack me pôs de quatro na poltrona que estava sentada, beijou meu pescoço me deixando ainda mais louca. Tirou sua blusa e sua bermuda, os outros fizeram o mesmo, deixando aqueles pênis enormes na minha frente. Senti Jack forçando seu cacete grosso na minha vagina, já escorrendo de excitação. Deu a primeira estocada com força e foi aumentando a força e a velocidade, eu dava gritos de prazer, Pedro estava muito excitado, então começou a por seu cacete negro enorme na minha boca ao menos tempo que jack estocava minha vagina. Jack chamou seu amigo, o Mário, e perguntou se queria fode comigo, ele confirmou. Chegou perto de mim, seu cacete era um pouco menor que o do jack, foi forçando a entrada no meu cuzinho, quando aquele cacete entrou por complete eu gemia de prazer e de dor, Ele me mudou de posição, me colocou de lado e foi tacando no meu cuzinho, eu sentia seu pênis pulsar dentro de mim, Lucas sem conseguir se segurar tacou seu cacete enorme na minha vagina, eram dois cacetes metidos e forçando meus dois buracos. Tive vários orgasmos, olhava e via Pedro e Jack se masturbando olhando eu sendo comida por dois ao mesmo tempo. Quando senti o leite quente do Mário escorrendo no meu bumbum, logo depois o Lucas teve um orgasmo, mas antes de liberar seu leitinho colocou aquele cacete vermelhinho na minha boca, mandando eu engolir toda a porra dele. Dps disso corri pro tapete da sala, e deitei no chão, pedi ora eles me tratarem como cadela, Jack veio já com o pênis duro, lambeu minha vagina e a e posicionou em cima de mim assim como os cães fazem, e começou a meter, Pedro veio pedindo pra eu abrir a boca ora receber o cacete dele. Ja estava gemendo de prazer pela aquela situação.

Transei com minha sobrinha

Eu me chamo daniela, tenho 26 anos, sou morena, tenho 1,72 de altura e peso 65 kg e estou usando o computador do meu irmão para relatar a minha história. já fazia 1 ano que tinha largado do namorado e desde então não fiquei mais com ninguém. eu sempre tive uma grande amizade com minha sobrinha jéssica que hoje tem 18 anos, ela sempre vem aqui em casa. certo dia, nós fomos para a praia e não tinha local para se trocar e ela me chamou para se trocar no banheiro da casa que nós estávamos. nós entramos e começamos a se trocar. quando tiramos a roupa para colocarmos o biquíni, vi a jéssica nua na minha frente. de repente,senti uma atração por ela em ver aquela morena de 1,69 de altura, seios firmes, durinhos e xana depiladinha. eu pensei: “não pode ser, eu sentir atração por uma mulher e mais, minha sobrinha”, depois vestimos os nossos biquínis e fomos para a praia. quando voltamos, eu chamei ela para tomarmos banho juntas. ela aceitou e fomos para o banheiro. chegamos lá, tiramos os biquínis e começamos a tomar banho, novamente, comecei a sentir uma atração por ela. delirei quando ela mandou eu ensaboar suas costas, mas me segurei. quando voltamos de viagem, ela ficou morando em minha casa. quando o meu irmão lilito foi morar fora, o quarto dele ficou desocupado e eu fui dormir lá. chamei a jéssica para dormir comigo no quarto e ela aceitou. nesse quarto tem um banheiro, que nós tomamos banho´. o meu tesão pela minha sobrinha não parava de crescer até que um dia eu aluguei um dvd de filme lésbico e fui assistir junto com ela. nesse dia após o banho, vesti uma calcinha minúscula e fiquei sem sutiã, jéssica ficou de camisola sem nada por baixo, pois nós sempre ficamos nuas e não era de estranhar eu ou ela ficar nua.coloquei o filme e começamos a assisitir. quando o filme tava rolando fiquei tão excitada que não aguentei e beijei jéssica na boca. ela espantada disse:”você tá louca, sou sua sobrinha e não sou lésbica”. eu louca de tesão disse:”eu sou apaixonada por você, o amor que sinto por você não tem sexo, deixa o preconceito de lado e vem ficar comigo”. ela disse:”você só pode tá louca, nunca vi você se apaixonar por outra mulher. nessa hora não suportei agarrei-la e comecei a beijá-la na boca. ela quis restitir, mas acabou gostando e me abraçou, eu tirei a camisola dela e vi aquela xoxota pequena e de pelos aparados. eu comecei a chupar aqueles seios durinhos e pequenos e ela começou a gemer dizendo:”ai,que gostoso, chupa gostoso,vai”.eu fui abaizando e comecei a chupar a sua buceta, ela ficou louca de tesão que não aguentou ficar de pé e eu deitei-la na cama e continuei chupando, ela gozou na minha boca e bebi o líquido. virei-la de costas e chupei o seu cuzinho que era apertadinho. meti a língua lá dentro e ela gritava feito louca. tirei a minha calcinha e deitei na cama. ela começou a chupar o meus seios,confesso nunca vi uma boca tão macia e gostosa, fiquei louca de tesão. mandei ela chupar minha buceta e ela deu um chupão que quase desmaiei. dei uma, duas gozadas na boca dela. depois fiquei de quatro e disse:”vai, minha ninfeta, mete a língua no meu cu”. ela meteu e nunca tive uma sensação tão gostosa no meu cu, pois sempre pratiquei sexo anal, mas a língua dela foi demais. quando não aguentamos mais, fomos dormir juntinhas na mesma cama. no dia seguinte, quando acordamos, começamos a transar de novo, todo dia era assim, transamos antes de dormir e quando nos acordamos. o nosso namoro já faz 3 anos. falei com a mãe dela par ela ficar morando aqui em casa, a mãe dela aceitou e ela mora comigo. recentemente, comprei um par de aliança, quando estamos no quarto, nós usamos, pois considero a jéssica minha noiva. na rua guardamos, pois somos tia e sobrinha. eu amo muito a jéssica, eu já penso em alugar um apartamento para nós morarmos juntas para termos a liberdade de namorar e transar. a jéssica se sente muito feliz ao meu lado.

Madrasta com tesão pelo enteado e acaba caindo na tentação com o garoto

Eu sou uma mulher de quarenta e cinco anos,dentista,tenho 2 filhos e fui casada ao longo quinze anos,há 3 anos me divorciei e comecei a me cuidar mais,a afastamento foi bastante conta e eu reagi saindo com amigas de trabalho e frequentando a academia,não que eu era uma relaxada,mas comecei a permitir mais atenção ao meu visual,afinal de contas,constantemente fui uma mulher paquerada pelos homens,evidente que,bastante mais no momento em que jovem.

Vizinha viúva e muito carente

Tem uma vizinha aqui perto, se chama rosy, tem seus 55anos, mais nem parece que tem essa idade, ela passou por aqui em casa e subiu as escadas e estava na janela e vi o conteúdo que ela tem uma bunda redondinha e lisinha a ainda parou bem na minha frente de propósito e colocou uma perna em cima do outro degrau e eu não resistir e quando ela voltou e eu falei assim vc vai me matar e ela gostou né safado e eu disse entra aqui que lhe mostro como amei e ela vc tá brincando com fogo e pode se queimar e eu não tenho medo do fogo mesmo e ela entrou e foi logo me jogando na cama e tirou a saia com tudo e começou esfregando a buceta grande na minha boca e disse chupa porra, vc não tava olhando e chupei com vontade e fui colocar o dedo no seu cuzinho e ela calma m, vc ainda nem passou a língua no meu cu e já quer enfiar o dedo, 1 tem que chupar e abriu a bunda chupa esse cuzinho gostoso e depois que ela deu a 1 gozada e foi descendo até o

Minha tia virou uma puta

Olá!! Me chamo Bruno.

Ainda Virgem, Só Que Não

Estava prestes a perder a minha virgindade naquela tarde de domingo de sol e calor intenso. Nua da cintura para baixo e debruçada sobre um freezer horizontal no interior de um mercadinho de periferia. O proprietário era o marido de uma amiga de infância da minha mãe. Não era a primeira vez que a gente dava uns pegas, só que seus carinhos nunca foram além dos amassos e sugadas em meus seios, e não foi por falta de oportunidade, foi por causa do meu medo de engravidar que era maior que o meu medo de tornar-me mulher ou de sermos flagrados. Mas daquela vez aceitei correr alguns riscos, em razão dele ter me mostrado o preservativo após nosso abraço seguido de um beijo rápido que demos em um canto discreto da casa enquanto todos curtiam o churrasco na laje daquele sobrado.

O dia que enrabei minha madrasta dormindo

Ola meu nome é Francisco tenho 18 anos e vou contar uma historia excitante que aconteceu comigo,,Sempre fui na casa de me pai quando era mais jovem, e sempre via madrasta bem gostosinha mas sempre tinha respeito. Mas eles sempre brigavam entre eles, minha madrasta é ruiva, 1,60 de altura, bem magrinha, feia de rosto mas o corpo é bem gostosinho uma bunda gostosa kkk aproximadamente uns 29 anos bem mais nova que meu pai ja um quarentao, Muitas vezes escutavam meu pai comendo ela, eu ficava de pau duro e sempre queria espiar mas nao dava kk. Ela gemia bem baixinho mas dava pra escutar

Gordinha tarada do onibus

ola leitores e leitoras estou aki para publicar o aconteceu comigo qndo voltava do trabalho entao vamos la era uma linda tarde de quunta feira qndo eu voltava do trabalho e tive q pegar o onibus lotado pq se fpsse espera o outro iria ficar+ 1hra esperando resolvi pegar esse msmo o jeito era ir em pe ee espremido feito uma sardinha enlatada entrei no onibus e fui direto la pra tras qndo me deparo com uma gordinha linda ela deveria ter uns 21anos e eu tinha 20 na epoca ela era baixinha cabelos ruivos pernas grosas r bumbum empinadinho e se chamava kakau era uma morena linda pra casar n aguentei ver 1 rabo daquele tamanho e ficar parado fui me encostando atras daquele traseiro enorme na medida q o onibus parava eu engosra a minha pica naquela cousa enorme e ficava sem graça pq ja tava ficando dura entao ela olhou pra mim e riu foi ai q percebi q ela estava gostando entao continuei e por vez ela apertava aquele traseiro enorme sobre a minha pica me deixando louco de tesao comesamos a convesar e papo vai papo vem perguntei se tinha namorado e pra minha surpresa ela disse q n entao a convidei pra sair e ela: topou cobinamos de nos encontras as 20:00 em ponto numa praça perto da casa dela qndo deu 20:00 ela veio toda cheirosa e com um vestidinho coladinho nossa ela ficou mais.gostosa ainda saimos para im barzinho e depois voltamos pra praça e comesamos.a nos beijar o clima ficou quente entao convidei ela pra irmos pra um lugar mais adequado ela respondeu rapidamente q sim entao seguimo para 1 motel cinco estrela e pegamos um quarto com banheira de hidromassagem pois qria fazer a noite daquela gordinha a melhor noite q ela podia ter e n e q conseguir chegando la comesamos.a nos beijar novamente e seguimos para banheira qndo ela tirou aqueee vedtido e ficou so de calcinha e suti vermelho hum q delicia de gordinha vermelhor e minha cor preferida de langerri acho as mulheres ficam mais lindas ainda qndo ela me pediu ajudsr pra tirar o suti eu fui correndo sem perde tempo qndo vi aquele meloes grandrs e duros cair de boca neles deixando ela louca de tesao fui descendo minha mso e me depsrei com uma bcetinha enxada e molhadinha sem contar q edtava lisinha iguslzinho bumdinha de nem fui descendo a minha boca suavimente ate chegar naquela bucetinha maravilhosa qndo enconstei a lingua ela deu um suspiro e disse.nossa junior q lingus gostosa vc tem isso me chupa vai chupa essa cachorra q esta afim d gozar na sua boca atendir o pedido daquela safada e na medida q ia chupandando ela ia grmendo gostoso me chamando de safado e tarado n demorou mto pra ela anuciar.q estava gozando eu almentei o ritimo fas chupadas e logo sentir um liguido gostoso vindo daquela xoxotinha descendo e chupei tudinho sem deixar cair e seguimos pra banheira a agua estava uma delicia e foi a minha vez de ganhar uma chupada daquela gordinha safada e n deu outra ela veio faminta e agarrou meu casete e mamou feito uma bizerrinha faminta ela chupava com vontade parecia q estava anos sem xupar uma piroca qndo falei q estava gozando ela almentou o ritimo da xupada e n aguentei me segurar gozei naquela bokinha de vekudo e ela n deixou cair nem uma gotinha no chao depois daquela xupada maravilhosa q ganhei partimos pra cama cologuei aquela gordinha de quatro e fui enfiando meu casete naquela bucetinha linda deixando ela loukinha de tesao ela gemia feito louca ficava rebolando no meu cacete e eu so no vai e vem ela me pedindo mais e pedindo pra n parar q queria snentir meu cacete dentro de eu almentei o ritimo do vai e vem ate sentir ela gozando mais uma vez e pra minha surptesa.ela me pediu.pra.comer o.rabinho dela eu tanro esfregava dentro do onibus n deu outra cologuei a csbecinha na entrada do cuzinho dela e fui empurrando.lenta mentamente e ela.gemia gritava pedia pra ir devagar q fazia.tempo q aquele cuzinho n sentir uma piroca grossa como a minha entao fui.bem vagarinho aye entra ele se agustumar com meu briquedinho do prazer qndo finalmente ele entrou de vez.naquele.cuzinho apertadinho.ela comesou a rebola feito louca e pedindo pra socar gostoso pq qria sentir meu briquetinho abrindo aquele rabinho cheiroso e gosotoso enguanto eu comei aquele cuzinho com os dedos eu ia penetrando a bucetinha dela q estava enxarcada de tanto tesao ela anucuciou q estava gozando e pediu pra mim acelar eu almentei o ritimo mais uma vez ela gritava berrava e mandava eu continuar qndo ela comesou gozar eu tambei comecei gozamos juntinho eu lotei aqiele rabinho de porra nps dessabamos sobre a cama e tomamos um banho delicioso e nosndespedimos com delicioso bjo de lingua ela me passou seu numero e nos encontramos.direto pra nos repetimos outra noite gostosa como aquuela . pra quelas milheres.q tiver interssada em um papo.legal e qm sabe algo mais e so me add no msn [email protected] n importa se e feia gorda branca preta isso pra mim n importa sem tem buceta pode vim ate de muleta rsssrsrrsrsrsrs.FIM.

Tal mãe tal filha

Hoje eu tenho 46 anos e passei 5 anos comendo uma novinha que época tinha 20. Ensinei tudo a ela. Ela morava sozinha com a mãe. A mãe era uma mulher muito bonita e que tinha 38 anos e várias histórias de putaria na juventude. Uma vez, encontrei com as duas e elas falaram comigo. Depois ela disse que a mãe falou coisas sobre mim, que eu era um cara gostoso. Um dia, a menina me disse que estaria sozinha em casa e que eu poderia ir passar a noite lá. Eu cheguei por volta das 23h. Entrei e logo me agarrei com a novinha, botei a mão nos seios dela, toquei nela e a deixei molhada, chupei a buceta lisinha dela e mordi aquele rabo grande! Adorava deixar marcas naquele rabo! Fomos para o quarto da mãe dela e começamos a fuder, olhei e vi que havia uma pessoa nos olhando por uma brecha na porta do banheiro. Era a mãe dela!

Minha gerente do banco dando pro travesti

Me chamo Patricia sou casada sempre tivemos a curiosidade em troca de casais, casei virgem só metia com o meu marido até irmos a uma festa onde pude experimentar outro pinto.

Menage com Tres Homens

Me chamo Roberto tenho 47 anos e minha esposa se chama Cristiane, ela tem 45 anos, somos casados a 20 anos, sempre mantivemos um relacionamento fechado e de muito respeito. A um ano assinamos os canais porno na TV por assinatura e começamos assistirmos filmes com mais frequencia e a mente da minha esposa foi abrindo mais, a 6 meses depois de muita tentativa consegui comer o cuzinho dela que até então eu não podia falar nisso, ela gostou de uma forma que a partir desse dia ela tem preferido mais que eu coma o cú no lugar da bucetinha dela. A partir daí nossa vida sexual tem melhorado muito, ela ja deixa eu gozar no corpo dela.

Mostrei meu cuzinho a meu pai

Me chamo Laura hoje com 21 anos e vou contar como tudo começou.

No carnaval com minha amante exibicionista

aparecia eu caminhando no calçadão, numa manha de astro, de acesso ela apresenta-se, e abre a canga para devolver logo depois. pôr uma cisão de segundos vislumbrei seu corpo ideal, branco, coxas grossas seios pequenos e pontudos, assento que não passa despercebida pôr homens e mulheres, toda peludinha como chorão clareada de alourado, absoluto crime! de imediato senti um acocho no tórax, combinação de atração física e debilidade pôr ela de modo algum ter me reparado. ate que um dia soube que ela aparecia se separando, e como trabalhávamos na mesma assinatura, ficou possível armar uma ardil, ao sair do trabalho dei-lhe um esbarrão e pedi desculpas, ofereci calote ela aceitou, foi o inicio da maior alienação de minha vida, e de uma grande afeto, regada de coito, co-participação, afagos, tardes ao aparelhagem de billy holliday. fazíamos coito todos os dias, quatro a cinco vezes, estávamos embriagados de afeto, cada clímax meu era acompanhado pôr 2 a quatro dela, ela sabia como me acarinhar na cama e fora. sendo ela dotada de extrema carne a ressaltava com vestidos curtos e transparentes, biquínis micros, calcinha mínimas e saídas de praia acessível com tamanquinho alto, uma exibicionista que adorava me provocar se exibindo na frente de mais. eu morria de ciúmes e ela sentindo minha indefensabilidade abusava, smile e falava aos sussurros em meu ouvido com sua voz rouca e tremula de excitação.

Safada Viciada em piroca

Vou narrar esse delicioso conto erotico, no qual em dezembro de 2014 conheci a Fabi através do Facebook. Ela me adicionou e como tínhamos vários amigos em comum eu acabei aceitando o pedido de amizade virtual. Fabiana tem 36 anos, divorciada, pele clara, cabelos curtos, olhos castanhos, seios médios, pernas grossas e uma bunda bem desenhada.

Ela era casada e Mãe além de Esposa recatada… Encontra o Prazer e Desejos

Esse com certeza foi um dos primeiros contos, mais só estou trazendo agora aqui, pelo tempo que passou…

A transformação de Nathália – Parte 5

O ano era 2014. Nathália havia se preparado para uma balada com as amigas. Usava um vestido preto, tomara que caia, com um grande decote nas costas e um menor a frente, dividindo seu tronco em dois, com apenas um pequeno pedaço de tecido juntando e pressionando o tecido sobre seus seios.

Massagem tântrica dela

Vou começar nos apresentando. Me chamo Diogo e minha amada esposa chama-se Débora.

Encoxada deliciosa no Trem

Ola meus queridos! Eu sou um homem de 37 anos e adoro pegar trem lotado. Em um dia desses, peguei o trem na Barra Funda em direção a Itapevi e estava como sempre lotado. Entrei e fiquei perto da porta quando na estação Lapa entrou uma gata de calça legging branca que dava para ver a tanguinha fio dental dela. A tanguinha mal cobria a xaninha dela e ainda ficava dividida, pois dava para perceber que ela depilava totalmente sua xana. Ela vestia uma blusa bem larga, sem sutiã, com seus seios bem pontudos apontando para mim. Conforme foram entrando as pessoas, empurraram ela e ela acabou ficando frente a frente comigo. Como eu estava segurando minha bolsa, meus dedos encaixaram perfeitamente naquela xaninha. Ela olhou assustada para mim e eu soltei um: “Que lotado não!”. Ela sorriu e disse: “O bom é o calor humano!”. Nessa hora meu pau estava durissimo, quase arrebentando minha calça. Ela olhou para baixo e sorriu. Com a chegada na estação Osasco, entrou muito mais pessoas, não dava nem para respirar e ela foi empurrada mais ainda contra mim, nisso eu movi minha mão e deixei encaixar meu pau duro na xoxota dela. Ela encostou os seios durinhos e pontudos no meu peito e sussurou no meu ouvido: “Voce aguenta eu ficar me esfregando em voce sem voce gozar?”. Eu disse: “Podemos tentar!”. E ficamos no vai e vem do trem, com a respiração forte e aquela xana maravilhosa roçando no meu pau. Não tive duvidas, descemos do trem e fomos direto para o motel… mas isso é uma outra historia. Se alguma gata quiser sentir a mesma sensação me mande uma mensagem. Beijos Amante Paulista

Gosto que me enche de porra

Olá, eu sou Madalena e tenho 20 anos. Atualmente, sou garota de programa e uso a grana para pagar meus estudos. Eu sou de uma família de uma situação financeira razoável, se eu houvesse esperado mais minha mãe tinha me arranjado um emprego legal. Enfim, me joguei no mundo menor de idade e fui fazer minha vida. Eu já tinha experiência, dava pro amigo do meu pai e ele me dava presentinhos, me buscava de carrão na escola… as santinhas tudo ficavam querendo também, inclusive levei algumas que também se perderam, viraram putas incontroláveis. Eu finalmente encontrei a profissão certa, me divirto pra caramba. Mas aparece cada homem lindo, que meu Deus do céu, perco a cabeça mesmo. Eu sou loirinha de

Fui consolar meu vizinho e ele acabou me fodendo gostoso

Certo dia no apartamento em frente ao meu se mudou um casal de velhinhos. Moravam sozinhos os dois, eram super gente boa, eu sempre os encontrava no elevador, na portaria, etc. Muitas vezes ajudei com sacolas, com chaves, e essas coisas habituais entre vizinhos. Passaram alguns meses que a senhora adoeceu e não resistiu. Fiquei muito sensibilizada com ele, que ficara sozinho e comecei a dar mais atenção.

O lado puta da minha vida

Sou Maya, tenho 19 anos e como estou fechada em casa por causa da quarentena, resolvi contar minha história. Comecei cedo no sexo, nada de beijinho, já foi pica na boca e eu adorava. Tenho pele clara, olhos cor de mel, cabelo escuro, seios e bunda farta mas cara de menina.

Comendo namorado gostoso da minha prima

Oi Pessoal Tudo bem? Meu nome é Lucas, tenho 24 anos e sou do interior de SP. Todos os contos eróticos que irei enviar são reais e aconteceram comigo. vamos lá

Meu tio me seduziu

Me chamo A manda sou morena clara nem gorda nem magra, estava em casa com meus filhos e meu tio que Tava visitando a família de férias veio me ver. Não Tava esperando ninguém naquele dia por isso o babydool sem sutiã. Notei que ele não tirava os olhos dos meus seios que logo ficaram durinhos e ele percebeu, logo os meninos dormiram e ficamos os dois tomando um vinho e conversando e o assunto chego no sexo, afinidades, gostos em fim já tava molhadinha apesar de achar estranho por ele ser meu tio. Do nada ele baixou a alça da minha blusa e ficou impinotizado com o que viu seios grandes, fartos e bem diríamos foi essa a definição dele rsrs. Sem demora ele começou a chupar gostoso e eu não resisti soltando um gemido alto pois amo ser chapada nos seios e ele fazia como ninguém, alternava entre os mamilos mordendo e sugando segurava firme os dois e passava a lingua entre eles e eu delirava de tesão. Fomos pra sala de TV onde ele me

O cara do dread

Meu nome é Adriana, 1,67m, cabelos longos e pretos, morena dos olhos puxados, bumbum avantajado, coxas grossas e um pelo par de seios.

Corno apaixonado

Me chamo Ricardo 40 anos minha esposa Jéssica 36 anos somos casados a 10 anos e temos 2 filhos nosso casamento depois desse tempo deu uma esfriada.Eu sempre gostei de ler e ver vídeo de homens com mulheres casadas me da muito tesao até que um dia conversei com minha esposa sobre esse assunto,então combinamos de conhecer uma casa de swing demorou um pouco mas acabou dando certo de irmos.