casadas carentes

Eu e minha esposa safada 10

Meu nome é Marcos tenho 22 Anos e minha esposa se chama Bruna.

Aquele swing

O conto erotico que iremos contar agora é real, aconteceu há uns 8 meses atrás.

Chantageado pelo primo

A minha vida sempre foi cheia de surpresas pois após a descoberta na minha infancia

Minha primeira vez com mulher

Olá, tudo bem?, Me Chamo Ana tenho 20 anos, Sou branca de cabelos castanhos, Peso 60kilos é tenho 1,65 de altura, Hoje eu vim relatar a minha primeira vez com uma mulher. Na época eu morava com meus pais, tínhamos acabado de nos mudar para outra cidade, por conta do trabalho do meu pai, Meu pai já havia pago minha faculdade é eu iniciaria no dia seguinte, estava ansiosa pra iniciar logo, pois sou uma pessoa bem comunicativa é adoro fazer novas amizades, Então o dia seguinte chegou, acordei, tomei um banho,me vestir, tomei café da manhã é fui para a faculdade, chegando lá falei com uma estagiária para saber onde era minha sala, Ela parecia ter começado o estágio esses dias pois estava bem nervosa, então perguntei seu nome ela me disse que se chamava Laura, Laura era parda, tinha o cabelo curto é se vestia um pouco masculinizada, ela me disse onde era minha sala é conversamos um pouco, ela me disse que tinha começado esses dias

Minha vizinha de 18 anos me deu a bucetinha gulosa

Olá, esse é um relato curto que quis compartilhar com vocês. Tudo começou quando fui morar em um condomínio perto da praia aqui na cidade onde moro. Eu sou casado, tenho 40 anos e minha esposa 36, a gente não tinha filhos nessa época, mas hoje minha mulher tá grávida.

Minha esposa totalmente arrombada

Olá,meu nome é diego e venho relatar sobre um sexo que aconteceu ontem.

Coroa da sala de bate-papo

Gosto muito de ficar em sala de bate- papo e numa dessas conheci o Carlos, um coroa com mais de 55 anos muito gentil e simpático ficamos tc por alguns dias ate q resolvi trocar o tel.. foi ai q todo começou ele me ligava sempre e já começou dizer q queria me beijar toda, eu q gosto muito fui deixando até resolvemos jantar juntos.. coloquei meu vestido vermelho curtinho, os cabelos loiro solto salto alto pra provocar mesmo só ñ sabia oq me esperava. Fui no restaurante combinado era um lugar bonito e ele estava La na porta me esperando, ñ era nada como falou ele deveria ter muito mais idade q falou..conversamos o básico e entramos ele muito gentil como sempre pedimos o jantar e ele já começo a tentar me tocar na mão, por baixo da mesa e depois q alguns minutos ele disse como logo q eu quero a sobremesa, eu dei um sorriso e assim foi comi pagamos e saímos…qdo cheguei no carro pensei vai rolar um motel e todo bem, entrei no carro ele disse

O dia que quase fui pega traindo

Oiiiii amores quanto tempo neh? Kkkkk estou bem ocupar a conversando com meus amores no pv kkkkkkk.

Traindo por influencia da colega

Olá, me chamo Marcia e vou relatar como acabei traindo pela primeira vez. Sou casada a 5 anos com meu marido, 35 anos, não temos filhos, tenho 1,75m, não sou malhada, sou até um pouco gordinha, mas com coxas grossas e um bumbum farto, trabalho numa empresa de cereais, junto com outros colegas, entre eles a Viviani, casada também, com 2 filhos e muito safada, aqui que a história começa.

Amiguinhas gozando gostoso

Olá tesudos e gostosas! meu nome é LadyCuceta, quem quiser minha descrição..me manda um e-mail tá? Há 2 anos atrás meu marido precisou fazer uma viagem rápida, me deixando sozinha em casa. Moramos em chácara, tive medo de ficar só. Chamei 2 amigas, Paula e a Júlia para ficarem comigo no fim de semana, tomar sol, banho de piscina etc. Paula é morena clara, cabelos cacheados, médios, 1.70, corpinho magro, mas muito gostoso…a Júlia é clara como eu, cabelos vermelhos, seios enormes, bunda linda, xota grande igual a minha. Passamos o sábado assim, na piscina, nos divertindo p caramba. . Domingo de manhã vejo Paula e Júlia cochichando. Perguntei o que era, elas disseram “guarda segredo?” Disse q sim. Elas começaram a se beijar e agarrar dentro da piscina. Me levantei p sair dali, mas tinha q admitir: já tava mto gostoso aquilo. Meu grelinho dormente, a buceta molhada, querendo sacanagem, querendo foda. Pensei:”ai, meu marido aqui p me foder…” mas eu sabia: tava com tesão era de buceta, xoxota, xaninha, queria experimentar, aquilo me excitava demais. Fiquei parada, Paula disse:”deixa a gente te mostrar como é gostoso uma xoxota” Saímos da piscina e fomos para o banheiro da churrasqueira. Júlia sentou-se no chão com as pernas abertas, já sem a calcinha (xana linda q ela tem…) e me sentou de costas p ela, me apoiando em sua barriguinha lisa, quente, dizendo “vou ajudar você de um jeito bem gostoso, relaxa…”. Paula veio então, e me disse “abre as pernas, deixa eu ver sua xoxotinha gostosa” Eu não quis, já me arrependendo da loucura. Estava c um tesão doido, mas travada ainda. A Julinha então virou minha cabeça p trás e me deu um beijo de língua bem safado, molhado, afastou meu sutiã cortininha e começou a apertar meu seio, massageando, segurando, q tesão da porra, eu gemia “hum…delícia, a-iii-aiiiii…” Paula, q estava ajoelhada entre minhas pernas vendo isso e batendo uma siririca, disse p Júlia “Jú, abre as pernas dela e arreganha a buceta dela, não deixa ela fechar, vou deixar ela alucinada…” afastou minha calcinha de cortininha, começou a alisar minha xota lisinha e dizer “tá melada cadela, tá gostando e fica fingindo q não quer…” estava tão gostoso q senti medo, quis fechar as pernas. A Ju não deixou, me segurou arregaçou e disse “calma deliciosa, deixa ela masturbar vc, vc vai pirar, senão, a gente pára” e me beijou de novo. Não resisti mais. A Paula começou a alisar minha buceta, pegou minha calcinha e puxou bem forte, enfiando ela toda, efregando o tecido no meu grelo. Q tesão! gemi, louca, e pedi: “tira minha calcinha e me fode gostoso, me chupa, me come, quero gozar, por favor!” Paula então começou a bater uma siririca alucinante em mim, c mta força, doía, mais o tesão era tão forte q quis até chorar. Qdo comecei a tremer e gritar alto, ela usou uma mão para meter dois dedos em mim, me fudendo, e a outra p meter dois nela, gemendo de-li-ci-o-sa-men-te. Paula disse “nossa, vc é mto gostosa de comer. É vadia, goza facinho…olha aqui seu mel” e começou a lamber os dedos, dizendo “q gozo gostoso de xota!” Aquilo era sacanagem demais! Julinha veio e disse: “agora sou eu. Já vi q fode gostoso…já pensou seu marido sabendo q vc goza c xoxota kkk!” e o pior: era delicioso fuder c mulher, eu não queria mais parar… Queria era mais buceta, dar minha xana, chupar, meter, tudo, tudo… Julinha então veio e começou a chupar minha xotinha, dizendo “hummmmm, q meladinha gostosa…” e lambia meu grelinho, passava língua nas beiradas da minha xana, abria, lambia de novo, chupava meu grelinho, dava tapinhas. Eu levantava o quadril, esfregava a xota na boca dela e me contorcia, era delicioso demais aquilo, só falava “aiiiiii, lambe mais…chupa minha xana, chupa, chupa, mete a língua e arromba…” nisso, a Paulinha sentou c a buceta aberta em cima do meu rosto, me fazendo lamber a xana dela, dizendo “paga o gozo q eu te dei vai…é só lamber gostoso, e meter a língua, fazendo tira e põe. Chupa, vc vai gostar.” Aiiiiiii, q buceta gostosa…era uma delícia chupar aquela xoxotona. Tava uma suruba gostosa aquilo ali. Além de chupar massageava o grelo c a língua, mordia, judiava mesmo. Fiz a Paulinha gozar umas 2 vezes assim, e outra colocando a língua no cuzinho dela ela chorava de gozo, e eu me debatia c meu grelo na boca da Julinha. E chegou a vez da Julinha…eu já não aguentava mais, então a Paula foi foder c ela. Sentei encostada na parede pensando no q elas iam fazer. Elas se beijavam, se xingavam, dizendo “quer grelinho puta? pq vc não arruma um macho” e a outra dizia “já tenho, mas adoro uma bucetinha, vc tb, eu sei, vamos trepar, vamos…agora, me dá…” Então, Paula disse “arreganha bem essa xana p mim vai cadela…” e a Júlia meteu a mão nos lábios da buceta e abriu, quase rasgando, deixando o grelinho duro, rosa, enorme bem à mostra. Paula então fez a mesma coisa, arreganhando a xota, subiu em cima da Júlia e começou a esfregar grelo com grelo, bem rápido, transando bem gostoso c ela. Elas estavam piradas! e eu, abri as pernas e comecei a me masturbar, pq era tesão demais as duas ali esfregando buceta. Querendo já gozar, peguei um vidro de molho de salada, soquei na buceta. Q gozada! Júlia viu o mel grosso escorrendo pelo vidro e disse: “aproveita esse melado e mete em mim, vem agora!” Paula saiu de cima e comecei a enfiar o vidro na Júlia, chupando a língua dela, tipo papai e mamãe. Ela gritava, e eu dizia “cala a boca! vc é puta, tá acostumada em ser arrombada.” Ela disse “é q vc sabe fazer mais gostoso, me deixa louca!” nossa..deu vontade de rasgar ela, enfiar tudo e arrombar”. Gozou tão gostoso que pareceu desmaiar. Paula disse, tonta de desejo, a buceta pingando: “quero o gozo da Júlinha no meu cuzinho, quero ele c o melado dela, vou fingir q ela gozou dentro dele” botei ela da quatro, e passava a língua no cuzinho dela, passava o dedo no vidro cheio de gozo, botava no cuzinho p melar, depois colocava um pouquinho do vidro, tirava, chupava o cuzinho de novo, até q ela começou a gritar e a relaxar o cu. Foi quando meti o vidro na minha xoxota, melei ele, e soquei tudo, c força, no cú dela. Eu disse “eu e a Julinha gozamos no seu cuzinho.” ela gritou “Cadela filha da puta!” e caiu gozando, sem conseguir parar. Ficamos as três ali, taradas, gozadas, dormentes de tesão, depois de tanta sacanagem…Fomos p a piscina, beijando, amassando, sempre alisando e a xotinha da outra..as bucetinhas já querendo mais… Adoro qdo meu marido viaja…gozo como louca… eu, Júlia e Paulinha. Adoro e-mail de sacanagem…se quiser gozar virtual: [email protected]

Fui mostrar o pau e ganhei uma chupeta.

Olá, meu nome é Ricardo, tenho 35 anos e tenho costume de assistir vídeos nos sites de vídeo pornô sobre dick flash, ou seja, o cara filma em um lugar público a reação de alguém qd ele mostra o pau. Sou motorista de app aqui na capital, não vou dizer pra qual app trabalho pra não me comprometer, mas no fim quase todo mundo chama de Uber. Acostumei- me então entre uma viagem em outra, estacionar próximo à calçada e por o pau pra fora, só pra ver a reação, e é bem excitante, pelo menos pra mim, a maioria nem vê, passa ao lado sem nem olhar, mas algumas olham de um jeito muito da hora, surpresa, susto, tesão mesmo.

Fazendo Sexo Anal no Mato com Meu Macho

Matheus estava caminhando pela mata com um grupo de amigos quando eles foram assustados por um tigre que corria ferozmente atras dele e de seus amigos. Sem saber o que fazer Mateus correu em uma direção oposta para despistá-lo mas o tigre correu atras apenas dele mas Matheus foi surpreendido quando o tigre levou uma flexada e caiu morto. Logo um lindo índio moreno se aproximou dele e Matheus ao ver o índio que usava apenas uma tanga ficou louco de desejo e se aproximou do índio o abraçando e em seguida beijando calorosamente. O índio o afastou assustado mas logo Matheus arrancou sua tanga e ficou de joelhos segurando seu pau e

Dando banho na minha filha

Bom dia, o que aconteceu comigo nesse fim de semana, foi algo que eu nunca imaginei acontecer comigo, acabei até procurando sobre incesto depois do acontecido e preciso desabafar.. Eu tenho uma filha que irei chamar de Joana, ela vai fazer 18 anos em junho, eu tenho 36. Bom, eu moro sozinho e uma ou duas vezes por mês, minha filha passa o fim de semana comigo, no sábado fomos à uma festa e ela acabou bebendo, nunca havia bebido (pelo menos que eu saiba) e acabou passando do limite. Chegamos em casa e ela estava passando mal, falei para ela tomar um banho, ela disse que não precisava, eu insisti e fui abrir o chuveiro na água gelada pra ver se ela melhorava, sai do banheiro e falei pra ela ir, ela não estava aguentando ficar em pé. Eu pedi pra ela tirar a roupa e ficar apenas de roupa íntima, assim ela fez, eu já havia me trocado e estava apenas de bermuda (cueca samba-canção na verdade).

Meu fetiche, minha tia

Cresci vendo uma tia com pouco mais de 10 anos mais que eu demonstrando desde jovem sua personalidade dominadora. Eu morria de medo dela, mas ao mesmo tempo ficava louco com a perfeição de seus pés. Apesar de pequenos, o arco acentuado e o dedão suculento, curvado para cima, culminando com suas unhas ligeiramente longas davam um ar nada angelical aos que passaram a ser meus objetos de desejo.

Nosso primeiro gloryhole

Era um sábado , estávamos em casa na tarde, bebendo umas cervejas na sala , conversando de boa, mas entre essas conversas sempre tem um pouco de putaria , toda vez que ela levantava pra ir buscar cerveja na geladeira eu ficava secando o rabo dela. Mesmo sendo a minha noiva , depois que bebemos parece que nosso tesão aumenta muito. Depois de algum tempo ela falou que iria tomar banho, peguei o notebook e entrei nos últimos históricos , pra ver aonde ela tinha entrado. Pra minha surpresa tinha uns 4 videos pornos, e todos de glory hole deliciosos.. fiquei muito excitado com o que encontrei, guardei o notebook novamente e esperei ela voltar , saiu do banheiro só de calcinha e sutiã, seu corpo não estava totalmente seco, estava deliciosa daquele jeito. logo ela olhou pra mim e notou um volume na minha bermuda , chegou mais perto e se abaixou na minha frente , suas mãos encostaram no chão e seu rabo estava a alguns centímetros do mus

Dei pra minha tia lesbica

Ah 1 mes atras, fui pro Rj, tava um calor dos karalhos eh eu estava na casa de minha tia (uma mulher gostosa branquinha de 23 anos), sou bissexual eh ela tbm, num dia eu fui p piscina como eu tinha deixado meu biquini na mala, eh eu nn qria subir ah escada p pegar, ent fikei nua msm wh entrei, passou uns 3 min me bateu um tesao da porra, deitei na beirada da piscina eh começei ah bater uma siririca gostosa, eh minha tia foi na area de piscina eh me viu batendo uma, nao sei oq deu nela mais ela começou ah me chupar(foi mto bom) ai ela ficou me chupando todinha eh enfiando tres dedos em mim

Marido manso

Eu estava no meu carro indo ao shopping, pois precisava comprar algumas coisas. Rodava tranquilamente pelas ruas, sem pressa alguma, afinal era sábado e não tinha compromissos naquele dia. Ia ouvindo as músicas gravadas no meu pendrive e prestando atenção ao trânsito que estava muito tranquilo naquela hora. O dia era quente e deixei aberto o vidro do meu lado. Ao me aproximar de um farol esse fechou e parei o carro. Despreocupado ouvindo as músicas, nem prestei atenção quando parou um carro ao meu lado. Era um farol demorado e minha concentração foi quebrada quando noto o vidro do carro ao lado sendo baixado. Instintivamente viro minha cabeça e vejo uma bela loira olhando para mim. Encarei o olhar e noto um leve sorriso nos lábios dela. Nesse instante ouço uma buzina, era o farol que havia aberto. Coloco o carro em

3 Porteiros 1 segurança

Me chamo Lorena, tenho 18 anos e esse é o meu primeiro conto de muitos!!

Uma deliciosa troca de casais

Meu marido, João, já raramente me procurava e eu, confesso, já estava me sentido tentada a corresponder às investidas de um ou outro colega meu. Mas sempre resisti a fazê-lo por não querer ser infiel.

Minha primeira transa

Olá gente, mi chamo leda esse é meu primeiro conto, espero todos goste, sou casada à 10 anos ,tenho 1,70m ,seios médio bumbum meio empinado , sou boa na cama,meu marido chama-se Márcio tem 1,80m ele um ótimo marido, só não é mais completo pq pau de tem só 17 cm,foi com ele q perdi minha virgindade aos 20 anos ,tive vários namorados mas só beijos mesmo,o Márcio foi mim conquistando aos pouco, conhecemos na mesma empresa ,eu queria casar virgem,no final de semana meus pais e meu irmão foram passa final de semana na praia só chegava na segunda,o Márcio falou leda eu vou ti fazer companhia pra vc não fica só, falei certo

Dividindo gostoso a mulher do meu melhor amigo

Meu nome é Mateus, moreno,1.70 de altura ,33 anos,rola grossa de 22 cm.Depois de tantos contos que já li e muitas punhetas tocadas, decidi compartilhar com vcs algo que me aconteceu essa noite.

Minha Primeira Vez fazendo anal foi em uma suruba

O conto que passo a relatar aconteceu quando eu já tinha 23 anos, me chamo Amanda,(nome fictício) sou loira natural de origem italiana, sou bem alta considerando os padrões, com 1,78m, 80 kilos, olhos verdes e cabelos um pouco abaixo dos ombros, e a maioria dos rapazes apesar de me acharem atraente até tem certo receio de aproximar-se de mim devido a minha estatura, alta e um corpo proporcional a minha altura, apesar de eu ser bem feminina.

Transando com a putinha que trabalha no shopping

Hj eu estava escrevendo sobre a professora , recebi uma mensagem da menina que trabalha no shopping , ela estava de folga e me chamou para almoçar com ela , terminei , fiz umas coisas em casa e parti pra casa dela , ela é uma mulher gostosa , chegando lá o almoço estava quase pronto então ficamos papeando e ela terminando o rango , bem almoçamos e ficamos papeando , ela contando da viagem de 15 dias que fez para o sul , eu lá só ouvindo , mas eu estava meio com sono foi então que a esperta falou vc esta com sono deita um pouco , confesso que eu queria ir embora , sai fui até o portão e fiquei encostado na grade tinha dois caras trabalhando em frente já plantaram o olho nela , ela tem uma bunda gostosa , mas eu sinceridade queria ir embora mas abracei ela coloquei a mão na bunda dela por dentro da calça senti a porra do fio dental enterrado no rabinho , caralho o cacete endureceu , imaginei porque não comer , então agarrei ela por trás e ela falou para os homens estão vendo e eu com o cacete colado entre as duas mortadelinhas, os caras de olho mas tinha um senhor ele acho que estava doido pra vir lá e falar deixa eu fuder ela , só de ver o olhar dele , mas fui pra dentro com ela e desci a calça dela até os joelhos e beijei a bunda dei dois tapinhas , ela saiu com as calças abaixada fechou a porta e a janela eu tratei de tirar toda calça e deixar ela de fiozinho , tirei a blusa dela um frio da porra , ela entrou embaixo do edredon e eu já arranquei minha roupa toda e entrei também , beijei a boca dela passei a mão na bucetinha lisinha , tirei o sutien e a calcinha dela e beijava ela e passei o dedo no grelinho o bichinho estava durinho , ela foi me beijando da boca ao pescoço,peito ,barriga e chegou no meu cacete , colocou spó a cabeça na boca e sugou , caralho é foda sugar só a cabeça da um tesão , depois desceu nas bolas sugou as duas que a esquerda doeu , lambeu meu saco e subiu lambendo a vara eu mamei os peitos dela ,nem deu tempo ela deitou e pediu me come logo , então eu subi nela e fui enfiando naquela buceta apertadinha mas ela pegava minha mão e colocava no grelinho eu sentia ele durinho , até a safada gozar , mas ela virou e falou me pega por trás eu subi na bunda dela e enfiei o cacete na buceta e ela fazia um movimento empinando a bunda e pedindo pra mim gozar mas antes que eu goze ela me fala tesão do caralho vou gozar denovo , não aguentei e gozei na hora nossa as porras se encontraram , porra eu nem queria meter , mas tive que comer ela.

Quando fui o presente de niver da amiga da amante da academia

Olá!! Meus amigos e amigas de contos estou de volta para contar mais uma história minha, eu escrevi aqui no site o conto da colega da academia, então resolvi voltar para contar mais uma historia com essa mulher (Fábia).

Oral no carro em pleno dia

Estava mais de um mês sem ver minha putinha gostosa, muitas saudades, muito tesão. Sabia que estaria no seu curso, aulas aos sábados, consegui uma desculpa para sair só. Mandei mensagem e disse que iria busca-la na saída do curso. Como combinado cheguei no horário, ela já entra no carro tira a máscara e me dá um beijo gostoso, já indo com as mãos em meu cacete. O local era muito movimentado, não podíamos fazer muitas coisas e também não tinha muito tempo, pois tinha que voltar para casa antes das 13 horas, já eram 11:20. Não tinha como ir num motel, então resolvemos seguir para sua casa , não imaginei o que poderia acontecer. Ela foi conversando, me beijando, alisando meu pau. Perto de sua casa, me disse que seu noivo estava lá, não podia levá-la até a porta. Então parei umas ruas antes, e começamos a nós beijar com desejo. Eu tocava sua buceta e seios por cima de sua roupa, ela já desabotoava minha bermuda e liberava meu pau, disse em meu ouvido: